14.05.2012 - UNESCO Office in Brasilia

Alcançar os excluídos da educação básica: crianças e jovens fora da escola no Brasil

© UNESCO

Neste estudo, busca-se lançar luz sobre a exclusão educacional no país, analisando-se a composição social dos grupos nas seguintes condições: aqueles que, na idade correspondente à educação básica, estão fora da escola; os jovens e adultos que não completaram os oito anos de escolaridade correspondentes ao ensino obrigatório, bem como aqueles que sequer concluíram as quatro séries do antigo ensino primário. Em seguida, são tecidas considerações sobre as políticas públicas brasileiras no enfrentamento dessas situações.

A exclusão da escola ou do direito de aprender na idade própria faz com que muitos jovens e adultos deixem de completar um número mínimo de anos de escolaridade, sem os quais o indivíduo não terá instrumentos básicos para se inserir na sociedade contemporânea com condições dignas de trabalho e de cidadania. Assim, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) constitui meio fundamental para dar a esse segmento uma “segunda chance” de obter os conhecimentos e as habilidades requeridos para a inclusão efetiva no mundo atual. Identificar e caracterizar os que estão nessas condições de exclusão são partes essenciais da estratégia para alcançá-los e propiciar-lhes a aprendizagem. Nessa tarefa, as pesquisas e os levantamentos realizados pelo IBGE, como a PNAD, e pelo INEP, como o Censo Escolar e as avaliações de rendimento escolar, como a Prova Brasil, são de grande valia.

(Série debates ED, n. 3)

Autores: Barreto, Ângela Maria Rabelo; Codes, Ana Luiza; Duarte, Bruno

Brasília: UNESCO, 2012. 41 p.

ISSN 2236-2843

Download gratuito: clique aqui (PDF, 658 Kb)

Como adquirir cópia impressa.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página