17.12.2012 - UNESCO Office in Brasilia

Brasília exibe exposição sobre Patrimônio Mundial no Brasil

Com o objetivo de divulgar os bens culturais, ambientais e históricos brasileiros, o Governo do Distrito Federal (GDF) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil lançam nesta segunda-feira (17/12/2012), na Estação Central do Metrô de Brasília, a exposição Patrimônio Mundial no Brasil.

A exposição, que reúne 59 painéis, com fotografias e textos, sobre os 19 sítios culturais e naturais brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, permanece no local até o dia 11 de janeiro de 2013.

A exposição marca as celebrações, em 2012, dos 25 anos da inscrição de Brasília na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO e dos 40 anos da Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural. A mostra itinerante, que, em 2013, percorrerá outras estações do metrô, retrata 12 sítios do Patrimônio Cultural, entre eles Brasília, e sete sítios do Patrimônio Natural da Humanidade, que integram o rol de mais de 900 bens da Lista do Patrimônio Mundial, considerados excepcionais no mundo.

"Nosso principal objetivo é sensibilizar a população sobre a importância de Brasília possuir esse título, que permitirá que ela continue sendo esta cidade única no mundo. Gerações futuras poderão conhecer este sítio feito por brasileiros e para os brasileiros e que se tornou um grande marco da modernidade. É um motivo de orgulho fazer parte deste seleto grupo de cidades-patrimônio", afirma Luis Otávio Neves, secretário de Turismo do DF.

O Representante da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, destaca a importância de aproveitar esse momento de celebrações para refletir sobre o significado do título de Patrimônio Cultural da Humanidade para Brasília: “O cuidado com a preservação da primeira cidade moderna inscrita na Lista do Patrimônio Mundial deve ser uma ação cotidiana e uma responsabilidade não só do governo, mas de toda a sociedade”.

Inscrição de Brasília na Lista do Patrimônio Mundial


Brasília foi inscrita na Lista do Patrimônio Mundial em 11 de dezembro de 1987. É um dos poucos bens do século XX e, mais excepcionalmente, a única cidade planejada do movimento moderno que figura na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Brasília concretizou o pensamento urbanístico internacional dos anos 50 e traduziu os princípios da Carta de Atenas de 1933, lançada por famosos arquitetos modernistas. A experiência brasileira destaca-se pela grandiosidade da ação, que não só finalizou um processo histórico como também esteve integrada a uma estratégia de desenvolvimento e autoafirmação nacional.

O Patrimônio cultural de Brasília é composto por monumentos, edifícios ou sítios que têm valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico, e a compreensão da sua preservação reafirma a necessidade de se executar políticas públicas capazes de assegurar a proteção desse patrimônio.
O conceito de Patrimônio Cultural da Humanidade traduz o entendimento de que sua aplicação é universal. Os sítios do Patrimônio Mundial pertencem a todos os povos do mundo, independentemente do território em que estejam localizados.

Adesão do Brasil à Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural

O Brasil aderiu à Convenção do Patrimônio Mundial em 1977. Inicialmente concentrada nos bens de interesse histórico, a lista brasileira foi sendo diversificada e hoje reflete o esforço do país para construir uma representação equilibrada e abrangente da sua notável diversidade cultural e natural. Entre a gama de bens brasileiros considerados Patrimônio Mundial, estão a Amazônia e o Pantanal, o rico acervo de arte barroca e urbanismo do período colonial; Brasília, a capital, com sua arquitetura modernista; um sítio pré-histórico, como a Serra da Capivara, a singela cidade de Goiás, com suas técnicas e tradições vernaculares, a paisagem cultural da cidade do Rio de Janeiro, entre outros.

Sítios brasileiros e datas de inscrição como patrimônios da humanidade

1. Cidade Histórica de Ouro Preto (1980)
2. Centro Histórico de Olinda (1982)
3. Centro Histórico de Salvador (1983)
4. Missões Jesuíticas de São Miguel (1985)
5. Santuário do Bom Jesus de Matosinhos (1985)
6. Parque Nacional do Iguaçu (1986)
7. Brasília (1987)
8. Parque Nacional da Serra da Capivara (l981)
9. Centro Histórico de São Luís (1997)
10. Centro Histórico de Diamantina (1999)
11. Mata Atlântica - Reservas do Sudeste (1999)
12. Costa do Descobrimento (1999)
13. Área de Conservação do Pantanal (2000)
14. Parque Nacional do Jaú (2000)
15. Ilhas Atlânticas Brasileiras - Reservas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas (2001)
16. Áreas protegidas do Cerrado: Chapada dos Veadeiros e Parque Nacional das Emas (2001)
17. Centro Histórico de Goiás (2001)
18. Praça de São Francisco, na cidade de São Cristóvão, SE (2010)
19. Rio de Janeiro, paisagens cariocas entre a montanha e o mar (2012)

  • Informações para a imprensa

UNESCO no Brasil – Assessoria de Comunicação
Isabel de Paula – fone (61) 2106-3538, 9962-6408
isabel.paula@unesco.org.br
Ana Lúcia Guimarães – fone (61) 21063536, 99663287
Ana.guimaraes@unesco.org.br





<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página