07.08.2019 - UNESCO Office in Brasilia

Brasil sedia evento sobre conhecimentos indígenas na gestão da água

No âmbito das celebrações do Ano Internacional das Línguas Indígenas 2019 e do Dia Internacional dos Povos Indígenas do Mundo, 09/08, acontece em Manaus (AM), o seminário "Conhecimento Indígena para a gestão integrada da água na América Latina e Caribe".

O evento tem como objetivo identificar formas de fortalecer a governança e a gestão da água com base em conhecimentos indígenas e será realizado nos dias 08 e 09/08/2019, de 9h às 17h, no Comfort Hotel Manaus (Avenida Mandi, 263, Distrito Industrial I, Manaus, AM, Brasil).

Além de representantes de comunidades e organizações indígenas que irão compartilhar seus conhecimentos, participam do evento pessoas diretamente envolvidas na governança e gestão da água nos níveis regional, nacional, estadual ou de bacia hidrográfica;  profissionais de hidrologia, hidráulica, biologia, ecologia, agronomia; especialistas em ciências sociais e áreas correlatas, que desempenham atividades relacionadas a gestão da água e/ou trabalham com as comunidades indígenas; profissionais que trabalham com gestão de bacias hidrográficas; e demais interessados em aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto. Todos os participantes devem se inscrever preenchendo um formulário online.

O Seminário busca atualizar os debates sobre governança e gestão de recursos hídricos, promovendo o diálogo sobre os aspectos técnicos, jurídicos, socioculturais, econômicos e políticos embutidos nas práticas e visões de mundo dos povos indígenas da América Latina e do Caribe em seu envolvimento com as águas. As discussões sobre esse assunto começaram ainda no 8º Fórum Mundial da água, sediado no Brasil em 2018, quando o Programa Hidrológico Internacional (PHI) da UNESCO realizou a Sessão Especial "Cultura de água dos povos indígenas da América Latina". Espera-se também que o evento possa aumentar as conexões entre comunidades indígenas e gestores de recursos hídricos nos níveis local, nacional e regional.

O Seminário é realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), por meio do PHI, da Representação no Brasil, do Escritório Regional de Ciência para América Latina e o Caribe (Montevidéu) e da Representação para Bolívia, Colômbia, Equador e Venezuela (Quito). Conta também com a cooperação da Agência Nacional de Águas (ANA), da Conferência dos Diretores Ibero-Americanos da Água (CODIA), da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Tem ainda a participação da Cátedra UNESCO de Água e Cultura (Uruguai) e da Cátedra UNESCO de Sustentabilidade dos Recursos Hídricos (Guatemala).

Participam da mesa de abertura o coordenador de Ciências da UNESCO no Brasil, Fábio Eon; o diretor da ANA, Oscar Cordeiro Netto; o diretor executivo da OTCA, César de las Casas; a coordenadora da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), Marcivana Rodrigues Paiva; e, a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Amazonas, Karla Bitar.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página