04.11.2013 - UNESCO Office in Brasilia

Brasileira ressalta poder transformador dos jovens na sede da UNESCO

A participação da Secretária Nacional de Juventude, órgão da Secretaria Geral da Presidência da República do Brasil, Severine Macedo, foi um dos destaques do 8º. Fórum da Juventude da UNESCO (8o. Youth Forum). Em seu discurso, Severine realçou a importância do papel transformador da juventude para as sociedades. Este ano, cerca de 500 jovens de diferentes países se reuniram de 29 a 31 de outubro, na sede da UNESCO em Paris, para trocar ideias, compartilhar experiências e refletir sobre preocupações comuns à juventude em todo o mundo. O evento acontece a cada dois anos na sede da Organização e antecede uma de suas reuniões mais importantes, a Conferência Geral.

Severine Macedo afirmou que é preciso superar a percepção da juventude como um problema social ou como beneficiária das políticas públicas e olhar os jovens como sujeitos de direitos. “Devemos reconhecer que o papel da juventude em todos esses processos de mobilização, que ocorreram nos últimos anos, é uma parte inseparável do desenvolvimento da nossa democracia e mudança social”, declarou.

A secretária falou sobre a sua trajetória pessoal e também sobre a luta coletiva de muitos jovens brasileiros e as mudanças políticas construídas ao longo da gestão da presidente Dilma Roussefff. Para Severine, o desenvolvimento sustentável e integral das sociedades passa pela juventude. Sendo assim, é preciso aproveitar as oportunidades e os desafios para ir mais longe e reforçar o reconhecimento dos jovens como sujeitos de direitos e sujeitos políticos.

Fórum da Juventude da UNESCO (UNESCO Youth Forum)

Em 1999, a UNESCO reforçou formalmente seu compromisso com a juventude por meio da criação do Fórum da Juventude (Youth Forum) como parte integrante das decisões da Conferência Geral. A Organização acredita que as ideias inovadoras e criativas da juventude são vitais para o desenvolvimento de todas as sociedades.

O Fórum surgiu como um processo importante na criação de sinergias entre o trabalho da UNESCO sobre a juventude, as organizações juvenis e instituições públicas que trabalham com jovens. Assim, a Organização tem se esforçado para criar interação entre os jovens de todo o mundo, os governantes, a sociedade civil, e os representantes do setor privado e da comunidade internacional. 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página