21.06.2012 - UNESCO Office in Brasilia

Banda larga para sociedades inteligentes, inclusivas e sustentáveis

O acesso à informação para todos através de banda larga e TIC é essencial para promover sociedades verdes, inclusivas e sustentáveis, afirma Hans d’Orville, diretor-geral adjunto em planejamento estratégico da UNESCO.

Sua afirmação foi feita durante seu discurso no evento especial organizado pelo Ministério das Comunicações no Brasil em parceria com a União Internacional de Telecomunicações (ITU) sobre o tema “Banda larga e TIC para sociedades inteligentes, inclusivas e sustentáveis”, paralela a Conferência Rio+20.

O Sr. d’Orville expressou a necessidade de “uma transferência para uma banda larga global para apoiar o desenvolvimento em todas as sociedades, incluindo o aumento da prática dos direitos humanos e das liberdades fundamentais das pessoas de todo o mundo”.

O evento procurou incluir na agenda da Conferência de Cúpula da Rio+20 o papel cada vez mais importante das tecnologias de informação e comunicação (TIC) que exercem na transição da economia verde e o desenvolvimento sustentável. 

As redes de banda larga são infraestruturas básicas da sociedade moderna assim como estradas, eletricidade e suprimento de água. Elas são uma plataforma para o Desenvolvimento, promovendo o progresso social, a erradicação da pobreza e o bem-estar geral do ser humano. É muito importante  notar que a banda larga não é um fim em si mesma, mas uma plataforma de progresso rumo a sociedades de conhecimento que são eficientes, inclusivas e baseadas nos princípios da sustentabilidade.

Também falando durante o mesmo evento, Cézar Alvarez, secretário-executivo do Ministério das Comunicações do Brasil, apontou que “o acesso a novas tecnologias é parte inerente do processo de desenvolvimento e de inclusão social”.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página