26.11.2014 - UNESCO Office in Brasilia

Capoeira torna-se Patrimônio Imaterial da Humanidade

© UNESCOJovens praticando Capoeira - Programa Abrindo Espaços - Brasil.

A Roda de Capoeira foi inscrita na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO. O anúncio foi feito hoje (25/11/2014), na 9ª. Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, comandado por José Manuel Rodríguez Cuadros (Peru) e aberta no último dia 24/11 na sede da Organização em Paris, França.

A capoeira é uma manifestação cultural afro-brasileira muito conhecida em todo o Brasil e também de reconhecido valor internacional. A prática, que é ao mesmo tempo luta, dança, esporte e arte, agora junta-se ao Círio de Nazaré (PA), ao Frevo (PE), às Expressões Orais e Gráficas dos Wajapis (AP) e ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano que já são reconhecidos como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Para a Representante Adjunta do escritório da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovich Noleto, ao inscrever a Roda de Capoeira na Lista do Patrimônio Imaterial da Humanidade, a UNESCO reconhece a relevância de uma das manifestações populares mais expressivas da cultura brasileira e valoriza a influência da herança africana na nossa história e na nossa cultura. Segundo Marlova, “o título assegura maior visibilidade à capoeira, aumenta o grau de conscientização sobre sua importância e propicia formas de diálogo que respeitem a diversidade cultural brasileira. Esperamos que o título ajude não só na promoção da Capoeira, mas, sobretudo, estimule a adoção de políticas públicas de salvaguarda e sustentabilidade deste importante patrimônio cultural por parte dos governos e da sociedade civil organizada”, finaliza.

Durante a 9ª. Sessão, que conta com a presença de 950 participantes e segue até o dia 28/11, serão examinados 27 relatórios sobre a implementação da Convenção e oito relatórios sobre o atual status dos elementos inscritos na Lista do Patrimônio Cultural Imaterial que Requer Medidas Urgentes de Salvaguarda, além de examinar os pedidos de inscrição em duas listas: a Lista do Patrimônio Cultural Imaterial em Necessidade de Urgente Salvaguarda e a Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Do Brasil, participaram da reunião a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Jurema Machado; a diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI-IPHAN), Célia Corsino; os diplomatas da delegação do Brasil junto à UNESCO, e capoeiristas brasileiros, entre eles os mestres Cobra Mansa, Pirta, Peter, Paulão Kikongo, Sabiá e a Mestra Janja. O som do atabaque e do berimbau comoveram os representantes dos países presentes à apresentação que fizeram ontem (25/11) na sede da UNESCO em Paris.

Segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), órgão vinculado ao Ministério da Cultura e responsável pela apresentação da candidatura da Roda de Capoeira junto à UNESCO, a prática da capoeira está presente em mais de 150 países, além do Brasil, entre eles Estados Unidos, França e Bélgica. (com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura).

****

Twitter: @unesco (inglês) e @unescobrasil (português)
Facebook: UNESCO (em inglês) e UNESCO na Rede (português)

Informações para a imprensa na sede da UNESCO:
Lucía Iglesias Kuntz, l.iglesias(at)unesco.org , 33 (0)1 45 68 17 02
Isabelle Le Fournis, i.le-fournis(at)unesco.org , 33 (0)1 45 68 17 48




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página