14.05.2018 - UNESCO Office in Brasilia

Políticas Culturais e Gestão são debatidas no Rio de Janeiro em um dos principais eventos do Brasil sobre o tema

Na semana que antecede o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento, celebrado todos os anos no dia 21/05, uma Cátedra UNESCO e um Centro de Categoria 2 sob os auspícios da UNESCO se juntam no IX Seminário Internacional de Políticas Culturais.

O evento é realizado por meio de uma parceria entre a Fundação Casa de Rui Barbosa (Cátedra UNESCO de Políticas Culturais e Gestão) e o Observatório Itaú Cultural.  O Seminário acontece na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro (RJ), de 15 a 18/05/2018, e já na programação do primeiro dia conta a apresentação dos resultados da Pesquisa TIC Cultura, publicação elaborada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação sob os auspícios da UNESCO (Cetic.br).

Aberto ao público em geral e com inscrições gratuitas, o Seminário Internacional de Políticas Culturais é um encontro de especialistas, estudiosos e interessados nas questões relativas ao campo das políticas culturais e gestão. O evento tem o objetivo de divulgar trabalhos e promover debates sobre ações políticas, práticas e reflexões históricas e teóricas. O Seminário será composto por sessões de conferências, mesas-redondas, lançamento e distribuição de livros e mesas de comunicações individuais. O evento terá em sua mesa de abertura, a fala do coordenador de Comunicação e Informação da UNESCO no Brasil, Adauto Soares. A coordenadora de Cultura, Isabel de Paula, também participa da programação.

A apresentação da Pesquisa TIC Cultura 2016 acontece no dia 15/05/2018 às 15h . O estudo teve a participação da UNESCO no Brasil em um Grupo de trabalho para delinear as diretrizes da publicação e é uma importante contribuição para políticas culturais. O TIC Cultura defende que equipamentos culturais podem contribuir para a ampliação do acesso à cultura por meio do uso das tecnologias da informação e comunicação, sobretudo pela oferta de serviços e bens culturais na Internet. A pesquisa também revela que o uso das plataformas online (websites e redes sociais) pelos equipamentos culturais brasileiros (como arquivos, bens tombados, bibliotecas, cinemas, museus, pontos de cultura e teatros) está mais voltado à divulgação de notícias e atividades das instituições do que à difusão de conteúdos culturais. O TIC Cultura também aponta as principais oportunidades e desafios para mudar esse cenário. (Com informações da Fundação Casa de Rui Barbosa e do Cetic.br)

http://www.cetic.br/noticia/pesquisa-investiga-o-uso-d




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página