27.05.2015 - UNESCOPRESS

Diretora-geral repudia o assassinato do jornalista investigativo Evany José Metzker no Brasil

A diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, instou que se investigue a fundo o assassinato do jornalista brasileiro Evany José Metzker. Seu corpo foi encontrado no nordeste do Estado de Minas Gerais, no dia 18 de maio, cinco dias após o jornalista ter sido declarado desaparecido.

“Condeno o assassinato de Evany José Metzker”, disse a diretora-geral. “Conclamo as autoridades a conduzir uma investigação a fundo sobre esse crime e a levar os culpados à Justiça. É importante, para a sociedade como um todo, que não se permita que os responsáveis por tentativas violentas de calar a liberdade de imprensa fiquem sem punição”.

Metzker, de 67 anos, era jornalista investigativo e tinha seu próprio blogue, Coruja do Vale.

A diretora-geral da UNESCO profere declarações sobre o assassinato de trabalhadores da mídia de acordo com a Resolução 29, adotada pelos Estados-membros da UNESCO na Conferência Geral de 1997, intitulada “Condenação da violência contra jornalistas”. Essas declarações são publicadas em uma webpage exclusiva, UNESCO condemns the killing of journalists (A UNESCO condena o assassinato de jornalistas).

                                                 ****

Contato de imprensa: Sylvie Coudray, s.coudray(at)unesco.org, +33 (0)1 45 68 42 12

A UNESCO é a agência das Nações Unidas com o mandato de defender a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa. O Artigo 1 de sua Constituição demanda que a Organização fortaleça “o respeito universal pela justiça, pelo Estado de Direito, e pelos direitos humanos e liberdades fundamentais, que são afirmados para os povos do mundo pela Carta das Nações Unidas, sem distinção de raça, sexo, idioma ou religião”.” Para que isso seja realizado, a Organização deve “colaborar no trabalho de fazer avançar o conhecimento e o entendimento mútuos entre os povos, através de todos os meios de comunicação de massa, e com esse objetivo recomendar aqueles acordos internacionais que possam ser necessários para promover o livre fluxo de ideias, através da palavra e da imagem...”. 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página