24.11.2014 - UNESCO Office in Brasilia

Começa na Índia a Conferência Internacional da UNESCO sobre aproveitamento de TIC para capacitar pessoas com deficiências

Em uma poderosa demonstração de comprometimento, três ministros do governo da Índia se uniram à diretora-geral, Irina Bokova, na abertura da Conferência Internacional da UNESCO sobre o Papel das TIC para Pessoas com Deficiências, em Nova Deli, Índia, em 24 de novembro.

A Conferência busca aproveitar oportunidades sem precedentes que as TIC oferecem para o empoderamento de pessoas com deficiências, por meio do compartilhamento de boas práticas, soluções e conhecimentos.

Por todo o mundo, há mais de um bilhão de mulheres e homens com deficiências, com 80% dessas pessoas vivendo nas áreas rurais de países em desenvolvimento. As pessoas com deficiências são mais propensas a passar por experiências de pobreza e desemprego, bem como a sofrer devido ao analfabetismo e à exclusão social.

“Promover os direitos das pessoas com deficiências é uma questão de dignidade humana – é também uma questão de desenvolvimento sustentável das comunidades e dos povos”, afirmou a diretora-geral.
“Para avançarmos, nós devemos fazer mais para aproveitar o poder das tecnologias de informação e comunicação – para alcançar o que ainda não foi alcançado, para facilitar a participação dessas pessoas na vida política, econômica, social e cultural, para ampliar o acesso à informação e aos benefícios. Isso requer uma ação mais forte por parte dos governos, maior conscientização nas sociedades, além de mobilização das inovações do setor privado”.

Em uma mensagem de vídeo, o professor Stephen Hawking, autor do livro “Uma breve história do tempo”, fez um apelo para a “necessidade de se certificar de que essas tecnologias se tornem disponíveis àqueles que precisam delas, de modo que ninguém tenha de viver em silêncio. Eu falo por pessoas que não podem ouvir. Sem a tecnologia, eu não seria capaz de pedir uma xícara de chá, nem teria como divulgar minha teoria sobre o universo”.

Cerca de 500 mulheres e homens de todo o mundo participam desta Conferência, inclusive o representante da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, para promover os direitos humanos e as liberdades fundamentais das pessoas com deficiências, bem como para encorajar todas as partes interessadas a tomarem medidas concretas para o empoderamento de pessoas com deficiências, por meio de aplicações efetivas das TIC.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página