23.01.2014 - UNESCO Office in Brasilia

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto – 27 de janeiro

Dia 27 de janeiro marca o aniversário da liberação do Campo de Concentração e Extermínio Nazista Alemão de Auschwitz-Birkenau pelas tropas soviéticas em 1945. Essa data foi proclamada como Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto pela Assembleia Geral das Nações Unidas. O tema deste ano é “Jornadas pelo Holocausto”.

O Holocausto foi um momento decisivo na história da humanidade. O regime nazista e seus colaboradores assassinaram sistematicamente cerca de 6 milhões de judeus – homens, mulheres e crianças –, durante a Segunda Guerra Mundial, em um programa continental de destruição de todas as comunidades judaicas que fossem encontradas. Guiada por uma ideologia fundamentalmente racista, a Alemanha nazista também perseguiu e matou milhões de outras pessoas (em Roma e Sinti, algumas pessoas eslavas e com deficiência) por serem consideradas de “raça inferior”, e outras por razões políticas, ideológicas ou comportamentais. 

“Nós, os últimos sobreviventes do Holocausto, estamos desaparecendo um a um. Em breve, a história falará sobre isto com a voz impessoal dos acadêmicos e dos romancistas e, pior, com a voz malevolente dos falsificadores e negadores. Esse processo já começou. O dia internacional das Nações Unidas de comemoração das vítimas do holocausto é um elo vital para a transmissão desse legado incrível para os nossos semelhantes – judeus e não judeus. A não ser que dediquemos, por meio da memória e da educação, o lugar e a atenção merecidos e comecemos, coletivamente, a respeitar o núcleo de valores universais inerentes a todos os grandes credos – espirituais e seculares – é possível que as forças vingadoras das trevas voltem a nos assombrar novamente”. – Samuel Pisar, sobrevivente, advogado internacional, embaixador honorário da UNESCO, enviado especial para a educação sobre o holocausto e o genocídio.

A UNESCO acredita que é essencial aprender sobre a história do Holocausto para melhor entender as causas que levam ao genocídio de sociedades e conscientizar sobre a necessidade de cultivar a paz e os direitos humanos para prevenir a violência em massa no mundo de hoje. O Dia Internacional é uma oportunidade para convidar os estados membros e o público em geral a realizar um esforço comum para homenagear as vítimas e seu legado e, um esforço global para alertar as gerações jovens sobre os perigos das ideologias racistas e fanáticas.

Educação sobre o Holocausto

Ensinar e aprender sobre o Holocausto chama a atenção para questões centrais da missão da UNESCO de construir a paz e promover os direitos humanos. A UNESCO trabalha com seus estados membros em um esforço para desenvolver programas educacionais com vistas a ensinar às novas gerações as lições do Holocausto, e assim ajudar a prevenir ações futuras de genocídio, ação alinhadas à Resolução 60/7 da Assembleia Geral das Nações Unidas e à Resolução 61 da Conferência Geral da UNESCO sobre a “Memória do Holocausto”.

Mais informações em inglês:




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página