04.06.2014 - UNESCOPRESS

Lançamento na UNESCO da Plataforma Oceano e Clima 2015 para celebrar o Dia Mundial do Oceano

© Atoll Ecosystem Project/Ministry of Housing & Environment(Baa Atoll), Maldives

O Dia Mundial do Oceano é celebrado no dia 8 de junho com o slogan “Juntos podemos proteger o oceano”. Na sede da UNESCO em Paris, o evento será celebrado em 10 de junho com o lançamento da Plataforma Oceano e Clima 2015, que reunirá a comunidade de pesquisa e a sociedade civil com o intuito de colocar o oceano no cerne do debate internacional sobre mudança climática. A plataforma é lançada antes da próxima Conferência de Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP21), que acontecerá em Paris, em novembro de 2015.

Uma coletiva de imprensa ocorre às 9h do dia 10 de junho, na sala 3 da sede da UNESCO, para explicar como a Plataforma* funcionará, quais são seus objetivos, e para traçar os preparativos da COP21, que será uma parceria da UNESCO com o governo francês.  Entre os participantes estão a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova; o embaixador da Delegação Permanente da França perante a UNESCO, Philippe Lalliot; Roman Troublé, secretário-geral das Expeditions Tara e representante das organizações não governamentais envolvidas na Plataforma, e Françoise Gaill, diretora de pesquisa no Centre national de la recherche scientifique (CNRS).

O oceano é a principal fonte de oxigênio do mundo, o que o torna tão importante quanto as florestas para servir de “pulmão” do planeta. Ele também absorve mais de um quarto das emissões de carbono produzidas pelos seres humanos, o que significa que exerce um papel crucial no controle da mudança climática. Porém, o aumento das emissões de gás carbônico, que estão acidificando o oceano, junto com a poluição e a exploração abusiva de recursos marinhos estão reduzindo a capacidade dos ecossistemas marinhos de se adaptar à mudança climática.

Lançada em conjunto com várias instituições de pesquisa, ONG e a Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (COI-UNESCO), a Plataforma informará aos debates da COP21 sobre a interação vital entre o clima e o oceano. O fato de a mudança climática também significar mudança oceânica deve ser levado em consideração nas negociações. Além disso, até agora, as discussões sobre o clima têm se concentrado, sobretudo, nas emissões de gás carbônico advindas da atividade humana, no papel das florestas em capturar e armazenar gás carbônico e sobre as medidas de adaptação à mudança climática. Ao oceano foi dada somente consideração marginal.

A COP21 acontecerá em Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro de 2015. O evento buscará atingir um novo acordo internacional sobre o clima, visando a limitar a manutenção do aquecimento global a 2 graus Celsius. 

                                              ****

Contato para a imprensa: Agnes Bardon, UNESCO Press Service

 +33 (0)1 4568 1764, a.bardon(at)unesco.org

*Membros fundadores da Plataforma: Agence française des Aires Marines Protégées (França); Association Innovations Bleues (França); CNRS; Comité français de l’Union internationale de conservation de la nature (IUCN); Green Cross France et Territoires; Fondation Prince Albert II de Monaco; Institut Océanographique - Fondation Albert Ier Prince de Monaco; Institut du Développement Durable et Relations Internationales (IDDRI); Institut Ecologie et Environnement (França); Institut Océanographique Paul Ricard;  NAS; Nausicaá-Centre National de la Mer (França); The Pew Charitable Trusts; Rede de gestores de áreas marinhas protegidas do Mediterrâneo (MEDPAN); Rede Mundial do Oceano; Surfrider Foundation Europe; Expeditions Tara; COI-UNESCO.  




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página