27.11.2012 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, 29 de novembro de 2012

O Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino é uma ocasião solene para refletir sobre a situação do povo palestino e apoiá-los em sua luta por um futuro pacífico e próspero para todos os povos da região.

Para a UNESCO, a paz duradoura deve ser construída com base em diálogo, respeito, entendimento mútuo e reconciliação. Isso é o que guia todas as nossas atividades na Palestina, onde procuramos propiciar o diálogo e as trocas necessárias para fortalecer capacidades humanas e institucionais e acelerar o processo de construção do Estado.

A educação é nosso ponto de partida. A educação é fonte de dignidade individual, e é também a mais robusta fundação para a paz e o desenvolvimento. A UNESCO está treinando professores palestinos e trabalhando para construir um sistema de educação de qualidade.

Oferecemos bolsas e oportunidades de aprendizado para comunidades vulneráveis e marginalizadas, oferecendo cursos de reciclagem e tutorias gratuitas para milhares de estudantes todos os anos. Também buscamos responder às necessidades psicossociais dos estudantes, para fortalecer sua resiliência e equipá-los com ferramentas de desenvolvimento pessoal.

Uma cultura dinâmica é igualmente importante, como fonte de identidade e força e como vetor de desenvolvimento social e econômico. A UNESCO ajuda na salvaguarda e promoção de vários sítios e monumentos. Também apoiamos as expressões culturais do povo palestino e o desenvolvimento de indústrias culturais na região.

A UNESCO está comprometida também com a promoção da liberdade de expressão como base para o exercício da democracia efetiva e para o desenvolvimento de sociedades livres e abertas. O apoio a uma mídia independente e pluralista e ao acesso à informação são o foco de nosso trabalho. Para essa finalidade, a UNESCO criou redes para profissionais de mídia, e está oferecendo treinamento e oportunidades de desenvolvimento de carreira para mulheres jornalistas.

Essas ações refletem os esforços da UNESCO de construção da paz a partir da estaca zero, com base nos direitos humanos e valores compartilhados. Educação, cultura, comunicação e liberdade de expressão são forças para a solidariedade, e são também fundamentos para a paz duradoura.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página