22.07.2019 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem por ocasião do Dia Internacional de Conservação do Ecossistema de Mangue

Mensagem de Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional de Conservação do Ecossistema de Mangue, 26 de julho de 2019

Os mangues são ecossistemas versáteis localizados em estuários tropicais, que formam o habitat de inúmeras espécies anfíbias e marinhas, fornecem atividades e produtos essenciais às comunidades humanas ao seu redor e preservam o meio ambiente e a biodiversidade.

Eles contribuem para a estabilidade do litoral, ao proteger os recifes de coral e prevenir a erosão causada por ondas e tempestades. Seus complexos sistemas de raízes aprisionam sedimentos, reduzem o fluxo da água e armazenam o carbono azul costeiro proveniente da atmosfera e do oceano e, assim, mitigam os efeitos da mudança climática e dos eventos climáticos extremos. Esses sítios ecológicos intricados e vitais apresentam as condições apropriadas para promover e buscar a educação visando ao clima e à biodiversidade, de forma alinhada com a Agenda 2030 das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável.

A UNESCO está comprometida ativamente na conservação dos mangues, ao mesmo tempo em que faz avançar o desenvolvimento sustentável nas comunidades que dependem deles. O reconhecimento de sítios de mangues como a Reserva da Biosfera La Hotte, no Haiti, e o Geoparque Global Langkawi, na Malásia, bem como o sítio do Patrimônio Mundial de Sundarbans, no Delta do Rio Ganges, contribui para os esforços de conservação desses importantes locais de biodiversidade e proporciona apoio e proteção às comunidades localizadas no seu entorno.

A proteção dos manguezais exige soluções científicas inovadoras e uma abordagem multidisciplinar, que abranja as ciências hídricas e ambientais, as geociências, a oceanografia e os sistemas de conhecimento locais e indígenas, todos presentes no trabalho desenvolvido pela UNESCO.

A equidade de gênero também é essencial para a sustentabilidade dos ecossistemas de mangue. De fato, as mulheres desempenham um papel fundamental ao contribuir para o desenvolvimento local e comunitário na construção e na defesa de territórios, assim como na proteção e na transmissão de conhecimentos essenciais para reduzir a perda dos mangues. Integrar uma abordagem sensível ao gênero aos nossos esforços coletivos de conservação é a chave para a recuperação dos mangues.

Finalmente, os mangues também carregam um significativo valor social em muitas regiões do mundo. Eles oferecem um espaço para a prática da cultura e das tradições das populações litorâneas. Portanto, eles são locais excelentes para a celebração do Ano Internacional das Línguas Indígenas (2019) e da Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024).

O Dia Internacional de Conservação do Ecossistema de Mangues representa o valor dos mangues como a base da vida nas regiões costeiras e defende o apoio e a conscientização das comunidades que dependem de sua conservação. Esse Dia também serve como uma oportunidade para refletirmos sobre o nosso compromisso pessoal quanto à conservação do clima e da biodiversidade, bem como promove a ação global de todos por um futuro sustentável. 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página