02.06.2012 -

Prêmio-E reconhece iniciativas sustentáveis que se destacaram desde a Eco-92

Idealizado por Oskar Metsavaht, numa parceria entre o Instituto-E, a UNESCO e a Prefeitura do Rio de Janeiro para reconhecer as iniciativas mais representativas para o desenvolvimento socioambiental nos últimos 20 anos, o Prêmio-E terá sua primeira edição durante a Rio + 20.

Inserido no projeto Humanidade 2012, o Prêmio-E é parte da programação oficial do evento e a cerimônia de entrega dos troféus será realizada no dia 16 de junho, às 18h, no Forte de Copacabana, com a presença de autoridades e de alguns dos maiores especialistas do mundo em sustentabilidade e meio-ambiente.

O Prêmio-E contemplará iniciativas em seis categorias orientadas pelos focos de atuação do Instituto-E: Earth (Terra), Environment (Meio Ambiente), Energy (Energia), Education (Educação), Empowerment (Empoderamento) e Economics (Economia). Estão previstas ainda duas categorias especiais de premiação, chamadas E-Brigaders: uma em âmbito nacional e outra, internacional. A categoria Empoderamento será aberta a voto popular e a sociedade poderá votar em um dos três concorrentes, pelo site do Instituto-E (www.institutoe.org.br).

“Este prêmio vem ao encontro de uma máxima na qual sempre acreditei: a de que compartilhar informações e experiências é o primeiro passo para contribuir para o desenvolvimento humano sustentável. Estamos reconhecendo e valorizando personalidades e iniciativas que, baseados no legado da Rio92, souberam transformar conceitos em atitudes, chamando a atenção do mundo para a urgência de agir em prol do nosso planeta”, define Oskar Metsavaht, que é também Embaixador da Boa Vontade da UNESCO.

Para o Representante da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, “o Prêmio-E é uma iniciativa importante especialmente por focar nas pessoas e em experiências pessoais que ajudam a transformar a realidade; o mundo não muda sozinho, quem faz as mudanças são as pessoas”.
Muñoz destacou ainda a contribuição do prêmio para que o conceito de desenvolvimento sustentável seja amplamente compreendido, cobrindo aspectos que vão desde a economia até o empoderamento de grupos vulneráveis.

Serão contemplados pelo Prêmio-E as seguintes personalidades e/ou projetos:

• Sylvia Earle (oceanógrafa) – Environment;
• Corrado Clini (Ministro do Meio Ambiente da Itália) – Energy;
• Russell Mittermeier (presidente da Conservation Internacional) – Earth;
• Instituto Terra (Sebastião Salgado e Lélia Wanick Salgado) – Education;
• Reciclanip (Eugênio Deliberato) – Economics;
• Tião Santos – Empowerment;
• Carta da Terra (Mirian Vilela) – Vitae Civilis (Marcelo Cardoso) – Empowerment;
• Benki Piyãko – e-brigader nacional;
• Maurice Strong – e-brigader internacional (veja abaixo perfil completo de todos)




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página