14.05.2013 - UNESCO Office in Brasilia

Projeto no Sol Nascente (Brasília) busca elevar autoestima de jovens mães

© UNESCO\Nelson Muchagata

Arte educadora desenvolve proposta após maternidade aos 21 anos

A descoberta da maternidade ainda cedo e o contato com crianças pobres do Sol Nascente, em Ceilândia, despertou na arte educadora Thábata Lorena, 24 anos, a vontade de preparar jovens mães a encarar de forma positiva o desafio de educar os filhos. Thábata decidiu unir sua experiência como educadora, cantora, atriz e agente cultural e montou um projeto para realizar rodas de conversa e atividades artísticas com as jovens da comunidade. Acabou selecionada como agente do Programa Jovem de Expressão para desenvolver a proposta.
 
O trabalho teve início em abril, às terças-feiras, na escola Classe Setor P Norte. Por meio das atividades, a Agente de Expressão pretende levar as jovens a refletir sobre o papel delas na sociedade - como mulher, mãe e educadora – e assim estimular um comportamento de autovalorização e autocuidado que vai se refletir na relação com as crianças.
 
“O desafio é elas perceberem que, ao educarem seus filhos em um ambiente harmonioso, estão contribuindo para a formação de adultos preparados para enfrentar os desafios da vida”, explica Thábata. Também será estimulada no grupo a ideia de que cada uma tem a missão de “de formar cidadãos mais comprometidos com a manutenção da vida para uma sociedade mais justa”.
 
Como nasceu a proposta

Thábata Lorena era atriz, cantora e compositora aos 21 anos, quando ficou grávida. Ela havia saído da casa da mãe e dividia a moradia com uma amiga também artista. O pai do bebê era o namorado, na época, um ator de teatro de 22 anos. Eles decidiram morar juntos. “Mas éramos muitos jovens e acabou não dando certo”, conta. Desde então, Thábata passou a lidar com as responsabilidades de uma mãe solteira: conciliar o tempo entre o trabalho e as tarefas da casa e da maternidade.
 
Em 2011, começou a atuar como arte educadora na escola Setor Classe P Norte, na comunidade do Sol Nascente. Thábata observou que os alunos tinham dificuldades de comportamento e autoestima baixa. No contato com as mães das crianças, descobriu histórias de famílias desestruturadas e jovens despreparadas para a maternidade, com sentimentos de desamparo e impotência.
 
A experiência a fez compreender melhor a importância do papel feminino - embora pouco reconhecido pelas próprias mulheres - em manter a harmonia dentro do lar. A vontade de desenvolver um projeto para prestar apoio às jovens mães ficou latente na arte educadora, até que surgiu a oportunidade de ter a proposta subsidiada pelo Programa Jovem de Expressão.
 
Agentes de Expressão

Além de Thábata, outros seis moradores de Ceilândia e Sobradinho II foram selecionados como agentes pelo Programa Jovem de Expressão, em fevereiro deste ano. Eles atuam como mobilizadores comunitários e representantes locais do programa, além de passarem por um processo de formação destinado a promover a autonomia e o empreendedorismo juvenil.
 
Cada agente tem um projeto com atividades diferentes: em Ceilândia, além do trabalho com as mães, serão oferecidas oficinas de skate e apoio na divulgação a bandas de música.
 
Em Sobradinho II, há projetos para estimular o empreendedorismo juvenil por meio de oficinas e eventos; para unir e articular os diversos grupos que atuam com os elementos do hip hop (grafite, break e rap); para oferecer oficinas de dança e de teatro – na linha do “Teatro do Oprimido” - na região da Fercal. 
 
O Jovem de Expressão é um programa social realizado pelo Grupo Caixa Seguros, em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (UNESCO no Brasil) e Central Única das Favelas (Cufa/DF), que visa promover a saúde dos jovens entre 18 e 29 anos, diminuir sua exposição à violência e apoiar ações de empreendedorismo.
 
Contatos para imprensa:
Paula Crepaldi
Consultora em Comunicação Unesco Brasil / Programa Jovem de Expressão
Tel.: (+55) 61 9363-3332/ 9123-5385
www.facebook.com/jovemdeexpressao




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página