02.10.2018 - UNESCO Office in Brasilia

Projeto PeSCA é apresentado em Nova York e integra livro do Pacto Global sobre casos de sucesso da iniciativa privada em apoio aos ODS

O Projeto Pesca Sustentável na Costa Amazônica (PeSCA), uma cooperação entre o Escritório da UNESCO no Brasil e o Fundo Vale, foi um dos 19 cases selecionados dentre os 80 inscritos para compor a publicação SDGs in Brazil - The role of the private sector (ODS no Brasil – o papel do setor privado, em tradução livre e que está agora em fase de tradução para o português). A publicação da Rede Brasil do Pacto Global mostra como empresas brasileiras têm estimulado o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os cases que compõem a publicação foram apresentados na última quarta-feira (26/09/2018) durante evento que aconteceu em Nova York, em paralelo à Assembleia Geral da ONU.

A diretora de Atuação Social da Vale, Camila Lott, participou do evento apresentando o projeto e explicou por que a Vale se uniu à UNESCO no Brasil para o desenvolvimento do projeto: “A Vale opera muitas minas no bioma amazônico e entende que não basta gerir o nosso impacto, não basta trabalhar na conservação ambiental. Temos que ir além. Por isso a Vale decidiu que deveria apoiar iniciativas voluntárias que visassem a conservação e uso sustentável na Amazônia”.

A diretora do Fundo Vale, Patricia Daros, complementa argumentando os motivos que levaram a empresa indicar o projeto PeSCA para a publicação: “Indicamos o projeto para essa seleção por acreditar no seu potencial para os avanços no tema da conservação da biodiversidade costeira, aliada à geração de renda e melhoria da qualidade de vida das populações de pescadores”.

Projeto PeSCA

O projeto Pesca Sustentável na Costa Amazônica (PeSCA) visa a melhorar a renda e a qualidade de vida de pescadores de 30 comunidades do litoral dos estados do Pará, Maranhão e Amapá, e também a garantir que a cadeia produtiva dos recursos pesqueiros locais seja sustentável ecologicamente, economicamente e socialmente.  Uma das ações desenvolvidas pelo projeto foi a elaboração de dois diagnósticos de cada estado, produzidos com base em pesquisas de campo na região: o Diagnóstico Sociocultural, Econômico e Ambiental e o Diagnóstico das Cadeias Produtivas.

Outra ação do projeto é a capacitação técnica dos pescadores para que, de forma sustentável, eles negociem o valor do recurso pesqueiro. E também a iniciativa “Jovens Protagonistas na Sustentabilidade”, que promove o engajamento dos jovens das comunidades que, em muitos casos, são filhos de pescadores. 

Fruto de uma parceria da UNESCO no Brasil com o Fundo Vale, o projeto foi elaborado coletivamente, com o envolvimento direto de representantes do governo federal, dos governos do Pará, Amapá e Maranhão, de prefeituras, universidades, institutos de pesquisa, organizações não governamentais, lideranças comunitárias e pescadores.

O projeto PeSCA já teve outros reconhecimentos nacionais e internacionais. Ele está, por exemplo, no Relatório Anual da Sede da UNESCO de 2017, e é uma das boas práticas de implementação local dos ODS apresentadas na publicação “Roteiro para a Localização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – Implementação e Acompanhamento no Nível Subnacional”, elaborada em 2016 pelo Grupo Interagencial da ONU no Brasil sobre a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.  

  1. Mais de nove mil famílias são envolvidas pelo projeto Pesca Sustentável na Costa Amazônica
  2. Pesca artesanal na costa amazônica terá diagnósticos em 2016
  3. UNESCO apoia o desenvolvimento da pesca artesanal na costa amazônica

 

Pacto Global

Lançado em 2000 pelo então secretário-geral da ONU, Kofi Annan, o Pacto Global nasceu da necessidade de mobilizar a comunidade empresarial do mundo para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos em suas práticas de negócios.

 

A iniciativa global é um avanço na implementação de um Regime de Direitos Humanos e Sustentabilidade empresarial. Atualmente, são quase 13 mil signatários articulados em mais de 160 países. Fazem parte pequenas, médias e grandes empresas, além de organizações da sociedade relacionadas ao setor privado. (Fonte: http://pactoglobal.org.br/o-que-e/)




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página