13.11.2014 - UNESCO Office in Brasilia

Segundo dia do América Acessível discute aspectos práticos da acessibilidade em celulares, TV e web

Na manhã desta quinta-feira, 13/11/2014, especialistas norte-americanos, argentinos, chilenos e brasileiros discutiram os desafios pertinentes à acessibilidade aos dispositivos comunicacionais como telefone celular, televisão e web no segundo dia de atividades do simpósio América Acessível: Informação e Comunicação para Todos. O evento acontece no Hotel Holiday Inn Park Anhembi, em São Paulo (SP), e se encerra nesta sexta-feira. O objetivo é debater a acessibilidade das Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC) para pessoas com deficiência.

O América Acessível é organizado pela União Internacional de Telecomunicações-UIT em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) e a UNESCO no Brasil, com o apoio da Agência Nacional de Telecomunicações-Anatel e da Secretaria Municipal de Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo.

No que diz respeito à modalidade de telefonia móvel, o pesquisador do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) Claudinei Martins chama a atenção para os 6,5 milhões de brasileiros cegos ou com algum tipo de dificuldade de enxergar, dos quais apenas 10% têm condições financeiras para aquisição de celulares. De acordo com ele, aplicativos com design centrado no usuário já são realidade, inclusive uma versão gratuita desenvolvida e disponibilizada pelo próprio CPqD, o “CPqD Alcance”, que emite avisos sonoros para que os usuários com deficiência visual saibam o que é exibido na tela dos aparelhos; especificamente celulares inteligentes que tenham telas sensíveis ao toque.

Com relação à televisão, soluções de acessibilidade como audiodescrição e legendas devem ser pensadas não apenas como recurso de interatividade. Os especialistas recomendam que estas devem contemplar do idoso com dificuldades em ouvir e enxergar ao telespectador com alto grau de deficiência, e precisam ser uma constante desde a produção do conteúdo até a geração e veiculação por parte dos canais. 

Uma discussão que norteou o campo da web foi a importância de se desenvolver ferramentas para medir e avaliar os níveis de acessibilidade nos sites, bem como a efetiva intervenção dos setores públicos e privados na garantia de sites acessíveis a todos. O analista de sistemas Sérgio Faria, que é cego, está participando do evento todos os dias graças aos recursos de acessibilidade que contemplam totalmente suas necessidades, desde a rampa de acesso físico ao hotel, condução por elevadores, até a tradução para português.

O evento América Acessível conta também com legendagem em inglês e espanhol para surdos, tradução para inglês, espanhol e português, tradução em língua de sinais estrangeiras e em Libras (Língua Brasileira de Sinais).   

Promoção de serviços públicos acessíveis
 
Na sessão que discutiu os desafios da promoção de serviços públicos acessíveis e o processo público de contratações, na tarde de quinta-feira (13/11), Alexl Leblois, presidente da Iniciativa Global de TIC Inclusivas, moderou a discussão sobre serviços públicos como telefones, telecentros, bibliotecas e outros que garantam acessibilidade por meio de Tecnologias de Informação e Comunicação que, de acordo com a consultora da União Internacional de Telecomunicações-UIT Mandla Msimangas, podem ser financiadas por fundos de acesso de serviço universal.

Em relação aos demais serviços públicos de acessibilidade, a secretária municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo, Marianne Pinotti, destacou a necessidade de garantir não só a inclusão nos equipamentos urbanos (escolas, teatros, bibliotecas, parques etc.), mas o acesso físico de todo cidadão – com ou sem deficiência – para o usufruto destes locais. 

Informações para Imprensa:

UNESCO no Brasil
Ana Lúcia Guimarães, a.guimaraes(at)unesco.org, 61-2106 3536, 61-9966 3287
Anita Campos, a.campos(at)unesco.org, 61-2106 3538

 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página