14.11.2019 - UNESCO Office in Brasilia

Desafio Inova Escola premia projetos de educadores em Pernambuco, Maranhão, Pará e Rio de Janeiro

Iniciativa lançada pela Fundação Telefônica Vivo e com parceria da UNESCO mobilizou 4,4 mil educadores e selecionou os cinco melhores projetos do país

A Fundação Telefônica Vivo acaba de anunciar os cinco projetos vencedores do Desafio Inova Escola, iniciativa que visa a estimular processos inovadores no âmbito escolar, em prol da construção de uma cultura de inovação na escola. Os projetos vencedores foram Inova IEMA, da IEMA - Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Unidade Plena Itaqui Bacanga, de São Luís (MA); Guerreiros do campo, da EMEF Joana Darc, em Nova Esperança do Piriá (PA);  Bastião Atômico, da Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião, em Jaboatão dos Guararapes (PE); Itavivo, da Escola Municipal Constâncio Maranhão, em Vitória de Santo Antão (PE); e IFF9!, do IFF - Instituto Federal Fluminense Campus Itaperuna, em Itaperuna (RJ).

Cada um deles receberá assessoria técnica especializada por seis meses, a fim de apoiar a implementação e avaliação do plano de inovação, apoio financeiro de até R$ 10 mil, além de intercâmbio entre representantes dos planos selecionados e outras escolas inovadoras brasileiras. A seleção foi feita entre 1.250 equipes de educadores, de 1.180 escolas, por um júri de especialistas. Houve representação de todos os estados brasileiros mais o Distrito Federal, totalizando, 763 municípios. A escola pública representou 90% do total de inscrições. Deste total, foram selecionados 25 finalistas das 5 regiões do Brasil que, além de concorrerem ao prêmio nacional, receberam voto popular.

Entre os 25 finalistas, os vencedores regionais pelo voto popular foram: Arteduca, da EE Professora Zeni Vieira, em Sinop (MT), pela região Centro-Oeste; Equipe Santa Terezinha, da Escola Municipal Santa Terezinha, em Coruripe (AL), pelo Nordeste; Nenhum a menos!, da Escola Estadual Ministro Waldemar Pedrosa, em Parintins (AM), pela região Norte; Juntos somos mais fortes, da EMEF Cândida Soares Machado, em Guarapari (ES), pela região Sudeste; e Urbano, da EMEFE Pe. Urbano Teixeira da Fonseca, em Guaramirim (SC), na região Sul. Cada um deles recebeu um certificado pelo potencial de mobilização da comunidade escolar.

O Desafio Inova Escola é promovido pelo Programa ProFuturo, da Fundação Telefônica Vivo e Fundação Bancária “la Caixa”. Seu objetivo é fomentar processos inovadores no âmbito escolar que favoreçam a construção de uma cultura de inovação na escola e o desenvolvimento dos estudantes nas competências para o século XXI. O diferencial do Desafio é o caráter colaborativo no qual educadores construíram, em equipes, projetos que possam melhorar o ambiente escolar por meio de uma trilha formativa.

O Desafio Inova escola contou com a parceria da Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e do Movimento de Inovação na Educação. A iniciativa também teve a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

 

Sobre os projetos vencedores da etapa nacional

Inova IEMA
A falta de interdisciplinaridade entre a Base Técnica e a Base Nacional Comum Curricular alinhada à preocupação com o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes em sala de aula é o desafio escolhido pela equipe. Para solucioná-lo é preciso reunir os professores de ambas as modalidades para planejamentos interdisciplinares durante o ano.
Educador responsável: Francilma Ronetia Barbosa Marinho Everton
Equipe: Anna Célia Corrêa Mendes, Flavia Regina da Silva Correa
Escola: IEMA - Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Unidade Plena Itaqui Bacanga - São Luís (MA)

Guerreiros do campo
Ao averiguar o alto índice de faltas, de evasão e repetência escolar, esta equipe decide criar estratégias de ensino que possa adequar o cotidiano real do aluno ao ambiente escolar. A proposta é promover oficinas e um calendário escolar mais flexível à comunidade escolar, para melhor acolher e escutar os estudantes.
Educador responsável: Erica Correa de Sousa
Equipe: Aglaís Oliveira Assunção, Cirley da Silva Ferreira, Francisco Antonio dos Santos Rodrigues, Márcio Jesus Morais da Silva, Maria Marcilene Alves da Silva, Maria Rosidalva Alves Barros
Escola: EMEF Joana Darc - Nova Esperança do Piriá (PA)

Bastião atômico
A necessidade da comunidade ao acesso à água e ao seu uso consciente instiga esta equipe a construir uma cultura de sustentabilidade ao realizar oficinas com robótica, uso de práticas de tecnologias alternativas e parcerias com colaboradores da região, startups, escolas e universidades. O objetivo é garantir a distribuição de água para os espaços da escola e para vivências pedagógicas, como aulas experimentais e hortas.
Educador responsável: Alexsandro Alberto da Silva
Equipe: Ailton de Souza Lima Brito, Ana Paula Grijp Xavier, Cláudio Nunes da Costa, Edmar Roberto Sobreira Almeida, Jackson Atos Ferreira de Souza, Luís André Jacinto, Vilma Amaral de Souza
Escola: Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião - Jaboatão dos Guararapes (PE)

Itavivo
Com o desafio de criar novos espaços-vivências de aprendizagens para os alunos, a proposta da equipe é integrar a escola com o Parque Natural, onde está localizada, para promover trocas de experiências entre a escola e a comunidade, e para a inclusão de educação ambiental no projeto didático escolar. Como resultado propõe a criação de um Espaço Maker, de uma estufa e de um ambiente de lazer.
Educador responsável: Ewerlline Karen Brito de Oliveira Martiniano
Equipe: Martamiria Delmiro dos Santos Ferreira
Escola: Escola Municipal Constâncio Maranhão - Vitória de Santo Antão (PE)

IFF9!
Diante das dificuldades de aprendizagem dos alunos e casos de retenção, a equipe planeja ações de acolhimento e promoção da autonomia dos alunos para melhor gestão do tempo, conciliando liberdade e responsabilidade. Além disso, propõem a simulação de Empresas Juniores e de desenvolvimento de jogos digitais educativos baseados em obras literárias de domínio público.
Educador responsável: João Felipe Barbosa Borges
Equipe: Camila Ramos de Oliveira Nunes, Carine Lavrador de Farias, Cláudia Aleixo Alves, Fabiana Castro Carvalho de Barros, Joselia Rita da Silva, Michelle Maria Freitas Neto, Orlando Pereira Afonso Junior
Escola: IFF - Campus Itaperuna - Itaperuna (RJ)

 

Sobre os projetos vencedores por voto popular

CENTRO-OESTE
Arteduca

A baixa frequência dos alunos dos anos finais do ensino fundamental é o desafio a ser encarado por esta equipe. A proposta é realizar mudanças na configuração do espaço escolar e nas práticas pedagógicas, com ações inovadoras e artísticas, para que os alunos passem a frequentar mais a escola. 
Educador responsável: Jacinaila Louriana Ferreira
Equipe: Claudia Michelle Weirich Caetano, Elaine C.S. de M. da Silva, Juliana Ap. do C Ananias da S Fernandes, Ketheley Leite Freire
Escola: EE Professora Zeni Vieira - Sinop (MT)

NORDESTE
Equipe Santa Terezinha

Percebendo que o acesso à internet e tecnologia é uma realidade distante dos estudantes, a equipe propõe a inclusão digital na instituição ao considerar desde a conscientização e apoio dos pais e responsáveis até ao incentivo às práticas de tecnologias aplicadas em sala de aula.
Educador responsável: Sheillane Regina dos Santos
Equipe: Adja Roberta da Silva Santos, Benielle Amorim da Silva, Flávia Silva Rocha, Jéssica Siqueira dos Santos, Luana Costa Cerqueira, Poliana da Silva Santos Ferreira, Vilma Fernandes Marques
Escola: Escola Municipal Santa Terezinha - Coruripe (AL)

NORTE
Nenhum a menos!

Buscando criar um ambiente mais inclusivo aos estudantes, principalmente às pessoas com deficiência, a equipe deseja gerar um espaço de conhecimento e integração. Para transformar a realidade, propõem uma educação inclusiva e a instalação da sala de recurso com mobiliários adaptados, cadeiras com ajustes e ferramentas escolares adaptadas.
Educador responsável: Mary Sônia Dutra de Alencar
Equipe: Carmem Helena Batista Azevedo, Claudia Alessandra Batista Alfaia, Erica de Freitas Ferreira Souza, Evanilda Leocadio Simas, Luciane da Silva Mendes, Rejeane Maria Ramos Mourao, Vilma Vasconcelos Costa
Escola: Escola Estadual Ministro Waldemar Pedrosa - Parintins (AM)

SUDESTE
Juntos somos mais fortes

Propõem desenvolver metodologias alternativas que corroborem para o aumento da autoestima dos alunos, pois este foi o problema encontrado pela equipe, colocando em evidência os potenciais criativos dos alunos. O plano tem como ação a criação de um programa de monitoria nas salas de aula, envolvendo todas as disciplinas.
Educador responsável: Fernanda da Silva Geraldo
Equipe: Cynthia da Rosa Queiroz Gonçalves, Daiane Vieira de Rezende Pinhal
Escola: EMEF Cândida Soares Machado - Guarapari (ES)

SUL
Urbano

Pensando no desperdício de materiais e na falta de conscientização, esta equipe cria estratégias para garantir a discussão desta temática no ambiente escolar. O objetivo é desenvolver a autonomia e conscientização durante a refeição, assim como à separação, reutilização e reciclagem dos resíduos.
Educador responsável: Rúbia Schmitt
Equipe: Claudia Mara Lemke Heinzen, Flavia Regina Lemke Truppel, Janaina da Silva Corrêa, Marcia Sadzinski Maida, Marizete Machado, Roselia Alves Lisboa Madalena Gonzaga, Simoni da Silva
Escola: EMEFE Pe Urbano Teixeira da Fonseca - Guaramirim (SC)

 

Sobre a Fundação Telefônica Vivo
A Fundação Telefônica Vivo, responsável pelos projetos sociais da Vivo, acredita na Inovação Educativa como forma de inspirar novos caminhos para o desenvolvimento do Brasil a partir da educação. Guiada pela inovação e a disposição em contribuir para a construção de um futuro com mais oportunidades para todos, a Fundação desenvolve projetos que utilizam a tecnologia para gerar novas metodologias de ensino-aprendizagem, estimular o empreendedorismo social e o exercício da cidadania. Com 20 anos de atuação no Brasil, faz parte de uma rede formada por outras 17 fundações presentes da Europa e América Latina, integrantes do Grupo Telefónica.

Sobre o ProFuturo
A iniciativa global ProFuturo é uma união de Fundação Telefônica Espanha e Fundação Bancaria "la Caixa", com a missão de reduzir as desigualdades da educação em 28 países da África, América Latina e Ásia. Atualmente, 50 milhões de crianças não tem acesso a nenhum tipo de educação. Diante desta realidade, a ProFuturo aspira proporcionar educação de qualidade a 10 milhões de crianças em risco de vulnerabilidade social até 2020.

Canais:
Web: fundacaotelefonica.org.br     
E-mail: fundacao.br(at)telefonica.com  
Facebook: /fundacaotelefonica  
YouTube: /fundacaotelefonica
Instagram: @ft_brasil
Twitter: @ft_brasil

Telefônica Vivo
Assessoria de Imprensa
imprensa(at)telefonica.com  




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página