05.04.2019 - UNESCO Office in Brasilia

O poder do esporte de construir caminhos de paz e diálogo

Mensagem de Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz, 6 de abril de 2019

No ano passado, quando as duas equipes olímpicas nacionais da Península da Coreia marcharam juntas durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang, o que se viu foi um gesto simbólico de reconciliação por meio do esporte.

Poucos meses depois, tanto a República Popular Democrática da Coreia (Coreia do Norte) quanto a República da Coreia (Coreia do Sul), com a mediação da UNESCO, decidiram inscrever a tradicional luta coreana, Ssirum/Ssireum, na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, que reconhece vários esportes e jogos tradicionais de todo o mundo. Esses são exemplos fortes do poder do esporte de construir caminhos de paz e diálogo para unir as pessoas.

Independentemente de idade, gênero ou etnia, o esporte é desfrutado por todos – seu alcance é incomparável. Porém, mais importante do que isso, o esporte promove valores universais que transcendem língua e cultura, e em especial a inclusão. A história está repleta de exemplos de histórias inspiradoras de como ampliar as oportunidades esportivas conduz a uma maior inclusão na sociedade, com a superação do preconceito contra as mulheres, as minorias étnicas e as pessoas com deficiência.

Tal é a importância do esporte que, no ano passado, a Assembleia Geral das Nações Unidas o reconheceu como um impulsionador do desenvolvimento sustentável, não apenas por seu papel na construção da paz e no empoderamento, mas também no bem-estar em nossa vida cotidiana.

Para disseminar esse bem-estar – assim como os valores de espírito de equipe, disciplina, igualdade, jogo limpo e respeito –, a UNESCO está se unindo à Federação Internacional de Futebol (FIFA) e ao Programa Alimentar Mundial (WFP) das Nações Unidas para ampliar o acesso das crianças ao esporte, por meio da distribuição de bolas de futebol e do apoio aos professores para incorporar o esporte nos currículos escolares.

O Campeão da UNESCO para o Esporte e jogador de futebol brasileiro Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, uma vez disse que “o esporte é algo muito inspirador para os jovens”. É por causa dessa inspiração única que nós da UNESCO continuamos profundamente comprometidos em trabalhar com jovens de todo o mundo para envolvê-los em suas comunidades e contribuir para transformações positivas por meio do esporte.

O Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz encoraja que pessoas de todas as idades e de todas as origens participem do esporte, não apenas para ter um melhor bem-estar mental e físico, mas também para consolidar uma paz duradoura, com base no respeito e no diálogo.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página