22.12.2010 - UNESCO Office in Brasilia

UNESCO e ABC assinam documento executivo para cooperação Sul-Sul

© UNESCO

O Diretor da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC), Marco Farani, e o Representante da UNESCO no Brasil, Vincent Defourny, assinaram no dia 17/12, em Brasília, documento executivo estabelecendo as diretrizes para novos projetos de cooperação Sul-Sul entre a Organização e a Agência.

A assinatura ocorreu na semana em que se comemora o Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul (19 de dezembro). Por ocasião do dia internacional, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon,  afirmou que "a cooperação Sul-Sul é um componente fundamental das medidas adotadas, em nível mundial, para enfrentar os problemas da humanidade". Os países em desenvolvimento que partilham seus conhecimentos, que trocam ideias e que coordenam seus programas podem obter melhores resultados do que aqueles que agem de forma isolada.

Na mesma solenidade, que contou com a presença do Representante-Adjunto da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, foi assinado o projeto “Jovens Lideranças para a multiplicação de boas práticas socioeducativas”. A iniciativa é uma parceria da UNESCO com o Instituto Elos (Instituição Executora), a Fundação Gol de Letra, a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação (SECAD/MEC) e a ABC.

O projeto visa o fortalecimento de lideranças locais, o desenvolvimento comunitário e a promoção de educação integral para crianças e jovens da comunidade do Bairro de São Paulo em Cidade de Bissau (Guiné Bissau). O projeto de cooperação Sul-Sul  prevê a construção de um centro educacional; a transferência das práticas sócio-educativas desenvolvidas pela Fundação Gol de Letra (FGL) e da metodologia do Programa Escola Aberta, desenvolvido pelo MEC/SECAD e UNESCO.

No âmbito do projeto, foi lançado o concurso "Uma Escola para Guiné-Bissau" com o objetivo se selecionar o melhor estudo preliminar de arquitetura para uma escola com área estimada em 350m2, a ser construída em regime de mutirão na comunidade beneficiada pelo programa. O concurso é resultado do Protocolo de Intenções de Cooperação Técnica celebrado entre o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e a ABC, que tem como objetivo a implementação de programas, projetos e atividades de cooperação técnica em benefício de países em desenvolvimento.

Mais informações




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página