20.11.2013 - UNESCO Office in Brasilia

UNESCO e MEC lançam projeto de elaboração do 9º volume da coleção História Geral da África

O lançamento ocorrerá durante evento destinado a fortalecer as relações Brasil-África.

O projeto para elaboração do 9º volume da coleção História Geral da África (HGA), uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) para contar a história do continente sob a ótica de especialistas na maioria africanos, será lançado no Encontro África e a Diáspora Africana (EADA 2013), a realizar-se entre os dias 21 e 23 de novembro, na Costa do Sauípe, Bahia. O evento é coordenado pela Frente Parlamentar de Igualdade Racial e Quilombolas, da Câmara dos Deputados, junto com outras instituições. “É uma honra para nós, considerando a importância que essa coleção tem para a identidade cultural daquele continente e de nós próprios, brasileiros, cuja cultura não pode prescindir da matriz africana”, comemora Silvana Saraiva, uma das idealizadoras e organizadoras do Encontro, cujo objetivo é fortalecer as relações Brasil-África nos diferentes setores.

A coleção História Geral da África, que está disponível também em português, já foi publicada em árabe, inglês e francês. Um resumo da coleção foi editado em inglês, francês e em algumas línguas africanas, incluindo hausa, peul e swahili. Aquele que é considerado um dos projetos editoriais mais importantes da UNESCO nos últimos 30 anos, a coleção HGA representa um grande marco no processo de reconhecimento do patrimônio cultural da África, pois permite compreender o desenvolvimento histórico dos povos africanos e a relação deles com outras civilizações, a partir de uma visão panorâmica, diacrônica e objetiva, obtida de dentro do próprio continente.

Iniciado em 1964, a pedido dos novos estados africanos independentes, o projeto da coleção História Geral da África procurou questionar a visão eurocêntrica do continente africano que dominava os livros escolares até aquele momento e também buscou escrever uma história livre de preconceitos herdados da era colonial. Muitos aspectos já foram abordados desde que o primeiro volume foi publicado, em 1980.

A coleção foi produzida por mais de 350 especialistas das mais variadas áreas do conhecimento, sob a direção do Comitê Científico Internacional composto por 39 intelectuais, dos quais dois terços são africanos.

Os oito volumes da coleção, na versão em Português, está disponível para download gratuito.

Links relacionados:

Mais informações:
Ana Lúcia Guimarães, + 55 (61) 2106-3536, a.guimaraes(at)unesco.org
Roberta Pinheiro, + 55 (61) 2106-3538, roberta.pinheiro(at)unesco.org.br




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página