18.12.2014 - UNESCO Office in Brasilia

UNESCO no Brasil apresenta curso de capacitação de professores em mudanças climáticas na COP 2014

Oficial apresenta projeto e discute o tema em mesa onde foram apresentadas experiências de outros países.

O evento paralelo “Educação e Formação de Crianças, Jovens e Adultos em Mudança Climática: Como Fazer a Diferença”, realizado na cidade de Lima, Peru, no âmbito da  COP 20, a Conferência Climática da ONU, no dia 08/12/2014, apresentou aos participantes de diversos países experiências bem-sucedidas em âmbito mundial. Uma delas foi o Projeto de Educação em Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável para Professores, implementado pela UNESCO Brasil na cidade de Itajaí, Santa Catarina.

Entre os apresentadores estavam presentes representantes do Conselho Nacional de Mudanças Climáticas da República Dominicana, do Programa de Mudanças climáticas da UNITAR, UNICEF, UNEP e Cruz Vermelha. O escritório da UNESCO no Brasil foi representado pela oficial de projetos Mariana Alcalay, que é responsável pela implementação do projeto de educação em mudanças climáticas.

O propósito do evento foi expor como a educação, a formação e a sensibilização em mudanças climáticas são fundamentais para atingir os objetivos da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) e proporcionar às pessoas a motivação e o know-how para combater as causas e os efeitos das mudanças climáticas em âmbito local, nacional e global.

O evento contou com exemplos de ações com as quais a ONU está "fazendo a diferença" na prática, trabalhando junto a instituições de educação formal e informal. Três exemplos de caso foram apresentados ilustrando o apoio de "One UN" (Uma ONU) na educação e formação com diferentes faixas etárias; começando com a educação das mudanças climáticas para as crianças; capacitação de jovens a agir sobre as mudanças climáticas e formação profissional para obter resultados entre os adultos. Os três casos foram expostos assim como os  resultados significativos e tangíveis que foram alcançados por meio da aprendizagem e desenvolvimento de competências.

No Brasil, em setembro deste ano, foi implementado o curso piloto para professores em mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável para 100 professores da rede pública de ensino na cidade de Itajaí (SC), pelo escritório da UNESCO no Brasil. O município, selecionado em conjunto com o Ministério de Educação do Brasil devido às periódicas enchentes na região, proporcionou um público sensível à temática de mudanças climáticas com vistas a avaliar a adequação do material ao contexto brasileiro. O curso foi criado originalmente na sede da UNESCO na França e foi adaptado para a realidade brasileira. A avaliação foi muito positiva e a ideia é aplicar o curso em outros municípios do país.

“Com episódios cada vez mais frequentes de desastres naturais e outras consequências das mudanças climáticas, a UNESCO considera imperativo criar uma consciência dos impactos das ações individuais, comunitárias, nacionais e regionais”, afirma a coordenadora de Educação da UNESCO no Brasil, Maria Rebeca Otero. Ela explica que o desenvolvimento sustentável já é uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e está sendo considerado como uma das áreas prioritárias dos Objetivos Pós-2015. Para criar cidadãos conscientes no que se refere ao Desenvolvimento Sustentável e aos efeitos das Mudanças Climáticas é fundamental inserir a temática de forma transversal e multidisciplinar nas escolas. “Tendo em vista este contexto mais amplo, é essencial contar com professores treinados para poder trabalhar os temas mencionados no âmbito da sala de aula”, finaliza a coordenadora.

Mais informações:
Ana Lúcia Guimarães, 61-2106 3536, a.guimaraes(at)unesco.org




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página