17.05.2018 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem da UNESCO para o Dia Internacional da Diversidade Biológica

Mensagem de Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Diversidade Biológica, 22 de maio de 2018

A biodiversidade é um bem comum, um legado inestimável formado ao longo de milhões de anos e um patrimônio para ser transmitido às gerações futuras. Em sua definição, inclui a variedade excepcional de formas de vida existentes na Terra, assim como os ambientes naturais onde essas formas se desenvolveram – os ecossistemas. A biodiversidade é essencial para a nossa própria existência e oferece todos os recursos da natureza para o nosso desenvolvimento.

A biodiversidade, contudo, não é inesgotável. As intervenções humanas – a exploração extensiva dos recursos, os padrões insustentáveis de consumo, a poluição industrial que causa a mudança climática – têm como resultado danos irreparáveis à biodiversidade.

Isso foi destacado por especialistas internacionais na Plataforma Intergovernamental sobre Diversidade Biológica e Serviços dos Ecossistemas (Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services – IPBES), que se reuniu no último mês de março em Medellin, na Colômbia. Os relatórios produzidos por esses especialistas confirmaram a rápida deterioração da biodiversidade e destacaram os efeitos diretos dessa deterioração que já são visíveis, tais como a propagação de certas doenças entre os seres humanos.

A UNESCO, uma agência parceira da Plataforma IPBES, compromete-se a trabalhar para conter a perda da biodiversidade e para promover o uso sustentável dos ecossistemas. O Programa O Homem e a Biosfera (Man and the Biosphere – MAB), por exemplo, tem como objetivo assegurar o equilíbrio harmônico entre as atividades humanas e o meio ambiente natural. No contexto da Década das Nações Unidas sobre a Diversidade Biológica (2011-2020), a UNESCO também está contribuindo de forma ativa para a implementação da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), aprovada há 25 anos por 196 Estados-partes, e que tem como objetivo a conservação da diversidade biológica e o compartilhamento sustentável e equitativo dos recursos. Nos sítios de sua Lista do Patrimônio Mundial, em sua Rede Mundial de Reservas da Biosfera e seus Geoparques Globais, a nossa Organização desenvolve soluções inovadoras com todos os seus parceiros, ao abordar de forma complementar as questões da biodiversidade e da diversidade cultural.

Para além da urgente necessidade de preservar a biodiversidade e restaurar os ecossistemas degradados, esses programas ajudam a transformar atitudes e a desenvolver práticas econômicas e sociais. Isso se insere na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, em especial no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 15 (ODS 15), dedicado à qualidade da vida na Terra, assim como exige o compartilhamento de valores como a cooperação, o respeito pela diversidade e a solidariedade entre as gerações, valores esses adquiridos e cultivados por meio da educação para o desenvolvimento sustentável (EDS).

Este Dia Internacional tem como objetivo aumentar a conscientização sobre essas questões que são fundamentais para a nossa vida, hoje e no futuro. Neste Dia, um lindo provérbio indígena norte-americano é particularmente adequado: “Nós não herdamos a Terra dos nossos ancestrais; nós a tomamos emprestada dos nossos filhos”.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página