11.10.2017 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem da UNESCO para o Dia Internacional pela Redução de Desastres

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional pela Redução de Desastres, 13 de outubro de 2017

Desastres produzidos por perigos naturais atingem fortemente as sociedades, afetando milhões de pessoas ao redor do mundo. Os últimos meses foram particularmente destrutivos, quando todos viram a extensão da ameaça e de nossa própria vulnerabilidade. Ciclones no Caribe e nos Estados Unidos superaram em intensidade os níveis sazonais típicos, e a população do México foi atingida severamente por terremotos, apenas para citar alguns exemplos. Atividades humanas estão ligadas a tal agravamento. 

Em 2016, 24.2 milhões de pessoas tiveram que sair de suas casas por causa de desastres. Nos últimos 20 anos, mais de 1.35 milhões de pessoas morreram como resultado de sua vulnerabilidade e exposição a desastres naturais, com mulheres e meninas tendo que suportar as mais pesadas consequências. Nas últimas duas décadas, mais de 4 bilhões de pessoas foram desalojadas e desabrigadas, feridas ou em necessidade de assistência emergencial. A perda de vidas resultante é trágica, e o efeito da destruição é extremamente caro. Desastres levam a uma perda econômica anual estimada entre 250 e 300 bilhões de dólares. Tais valores são prováveis de aumentar com a crescente pressão da mudança climática, a superpopulação e a rápida urbanização.  

A UNESCO se solidariza com todas as pessoas afetadas por desastres ao redor do mundo. Isso deve ser traduzido em políticas públicas concretas para levar adiante a implementação do Marco de Sendai para a Redução de Riscos de Desastres, a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e o Acordo Climático de Paris. A UNESCO está atuando, de forma geral, para promover a consciência, a prevenção e a preparação de resposta para casos de desastres.  

Nós operamos na interface entre as ciências naturais e sociais, a educação, a cultura e a comunicação para reduzir a exposição a desastres e deslocamentos por meio de capacitações, compartilhamento de conhecimentos, criação de redes, avisos prévios e aconselhamento político.  

“Lar, seguro lar” é o slogan para este Dia Internacional pela Redução de Desastres. Esta é uma oportunidade de mobilizar o mundo e fortalecer a colaboração com todas as partes interessadas. Nós podemos reduzir os riscos que advém da rápida urbanização, da pobreza, da deterioração ambiental e da mudança climática. Acima de tudo, em primeiro lugar, precisamos evitar a criação de riscos. E isso demanda mais educação, cultura e conhecimento local, junto de habilidades de prevenção. 

Esta é a nossa mensagem – vamos juntar forças para compartilhá-la ao redor do mundo. 

 

 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página