27.08.2013 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem da UNESCO para o Dia Internacional da Alfabetização

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Alfabetização, 8 de setembro de 2103.

A alfabetização é um direito básico e um motor essencial para o desenvolvimento humano. Ela pavimenta o caminho para autonomia, aquisição de capacidades, expressão cultural e participação plena em sociedade.

O analfabetismo mundial tem caído, ao longo de duas décadas, graças ao trabalho e aos esforços internacionais em direção aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Atualmente, 84% da população mundial podem ler e escrever, comparados aos 76%, em 1990. Em 20 anos, a população analfabeta foi reduzida a mais de 100 milhões de pessoas.

Isso ainda não é o suficiente. Por trás desses números, ainda há sérias desigualdades. Dois terços dos 774 milhões de analfabetos adultos no mundo são mulheres. A maioria das crianças e dos jovens que não frequenta a escola são mulheres. Cinquenta e sete milhões de crianças em idade de pré-escola e sessenta e nove milhões de crianças em idade de escola secundária não têm a oportunidade de frequentar instituições de ensino. Crianças que têm a sorte de ir à escola nem sempre saem da escola capazes de ler e escrever. Mesmo em países economicamente desenvolvidos, a proporção da população sem capacidades básicas de leitura e escrita é bastante alta. Esse é um sério obstáculo para o desempenho individual, para o desenvolvimento das sociedades e para a compreensão mútua entre os povos.

Essa situação é exacerbada pelo surgimento de novas tecnologias e sociedades de conhecimento moderno que tornam a capacidade de ler e escrever ainda mais essencial. A alfabetização é a primeira condição para o diálogo, a comunicação e a integração em novas sociedades conectadas. Os jovens precisam de novas capacidades para entrar e ter sucesso no mercado de trabalho: conhecimento de vários idiomas, compreensão da diversidade cultural, aprendizado ao longo da vida. A alfabetização é a chave para adquirir conhecimento, habilidades interpessoais, expertise e aptidão para viver em comunidade – capacidades que são as bases da sociedade moderna. No século XXI, mais do que nunca, a alfabetização é a pedra angular para a paz e o desenvolvimento.

A alfabetização é muito mais do que uma prioridade educacional – é o investimento final no futuro e o primeiro passo para todas as novas formas de alfabetização necessárias no século XXI. Desejamos ver um século onde toda criança seja capaz de ler e fazer uso dessa ferramenta para obter autonomia. Neste Dia Internacional da Alfabetização, clamamos aos governos para que trabalhem juntos para alcançar esse sonho. Isso requer novos fundos, políticas elaboradas para o interesse da população, novas e mais inovadoras formas de ação, tirando o máximo do proveito das novas tecnologias. O progresso alcançado nos últimos anos mostra que isso é possível, e a UNESCO está comprometida em fazer tudo o que puder para torná-lo realidade.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página