03.06.2015 - UNESCO Office in Brasilia

Mensagem da UNESCO para o Dia Mundial do Meio Ambiente

Mensagem de Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho de 2015

 

Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com cuidado.

Vivemos em um mundo em profunda transformação, abalado por inúmeras crises, em um planeta enfrentando crescente pressão.

A mudança ambiental nunca esteve tão profundamente interligada com as nossas sociedades como está hoje, nesta era que muitos cientistas chamam de Antropoceno, em que a atividade humana é a principal força que transforma o sistema planetário. O impacto individual das mulheres e dos homens sobre a sustentabilidade do planeta pode não ser sempre visível – mas considere o impacto de sete bilhões de mulheres e homens, e torna-se claro que as escolhas diárias importam. 

A mudança ambiental não diz respeito apenas ao carbono – é, fundamentalmente, sobre mulheres e homens, é sobre como nós produzimos e consumimos em sociedade. O meio ambiente está interligado com o comportamento e os valores humanos, diretamente relacionado com nossos meios de subsistência, desenvolvimento urbano e conservação da natureza, bem como com padrões de migração, afetando também o uso da água e da terra, impactando na sobrevivência das espécies.

A sustentabilidade não pode ser trabalhada apenas por meio de soluções tecnológicas ou econômicas. Precisamos sociedades verdes para construir economias verdes. Temos de agir de uma forma holística, em todas as direções, começando com mulheres e homens individualmente.

Este ano, a comunidade internacional tem uma oportunidade histórica para adotar uma nova agenda de desenvolvimento sustentável e alcançar um acordo global sobre a mudança do clima. A UNESCO está trazendo toda a força do seu mandato e de sua experiência para fazer de ambos um sucesso. Estamos promovendo a educação para o desenvolvimento sustentável para moldar os novos valores, habilidades e conhecimentos que todas as sociedades precisam hoje. A sustentabilidade será construída nos bancos das escolas, começando o mais cedo possível. Trabalhamos também para controlar o poder da ciência, tecnologia e inovação, a fim de fortalecer o conhecimento, salvaguardar a biodiversidade por meio de Reservas da Biosfera e reforçar as ligações entre ciências e políticas.

Esta é um objetivo do Conselho Consultivo Científico, uma iniciativa do Secretário-Geral das Nações Unidas para que a UNESCO seja o Secretariado para criar uma nova unidade entre todas as ciências e catalisar novas sinergias entre as disciplinas, linhas de políticas e fronteiras, incluindo informar a 21ª Sessão da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP21), que será realizada em Paris, no final deste ano.

Há um forte ímpeto global – é preciso agir para responder a essa promessa e fazer uma nova, em favor de um desenvolvimento sustentável, em harmonia com o planeta. Essa responsabilidade não pode esperar – temos de agir agora.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página