18.04.2013 - UNESCO Office in Brasilia

UNESCO lança currículo de alfabetização midiática e informacional para professores em português

Publicada pela UNESCO originalmente em inglês em 2011, esta publicação foi identificada como uma fonte valiosa para ser traduzida para o português, a fim de servir de referência para a integração da Alfabetização Midiática e Informacional (AMI) na formação de professores no Brasil. A tradução para o português foi produzida em colaboração com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

O escritório da UNESCO em Brasília identificou a necessidade de reforçar a capacidade dos professores na incorporação da AMI em sala de aula.  Isso se faz necessário para que os alunos tornem-se competentes o suficiente para aproveitar todos os benefícios da liberdade de informação e do acesso a informações por meio da mídia e das tecnologias de informação e comunicação (TIC). Esta necessidade está entre as estratégias prioritárias da UNESCO no Brasil desde 2008, quando foi traduzida para o português a série da UNESCO em três volumes sobre padrões de competência em TIC. Reconheceu-se que a AMI pode contribuir para dar maior contextualização às TICs na educação, levando-as para além de simples competências técnicas. Os treinamentos relativos a AMI e TICs estão  agora inextricavelmente ligados.   

Durante 2011-2012, a Representação da UNESCO no Brasil monitorou o interesse dos professores brasileiros em melhorar suas competências em AMI e em tecnologias aplicadas ao ensino. Durante esse período, o número de visitas à página em português sobre as TIC na educação  no site da UNESCO no Brasil atingiu quase 30 mil, enquanto a série sobre competências em TIC para professores registrou 23.627 downloads.

Em 2012, a UFTM, que oferece um programa de mestrado em Educação que tem uma linha de pesquisa chamada "Formação de professores e cultura digital", identificou o currículo de alfabetização midiática e informacional da UNESCO (AMI) para os professores como um recurso fundamental para ser traduzido para o português. Sendo assim, a UFTM e a UNESCO no Brasil decidiram publicar, em parceria, essa  tradução. Ambas divulgarão a publicação entre seus parceiros, educadores, professores, alunos, redes e outras partes interessadas.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página