08.08.2013 - UNESCO Office in Brasilia

Nota de solidariedade da UNESCO ao Grupo Cultural AfroReggae e a seu coordenador José Júnior

Face às crescentes ameaças e atentados ao Grupo Cultural AfroReggae, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) reforça publicamente sua solidariedade a esta instituição que em seus 20 anos de atuação tem se destacado na promoção da cultura e inclusão social não apenas no Rio de Janeiro, mas também – de forma cada vez mais crescente – em projetos nacionais e internacionais que têm em sua origem o compromisso e a valorização da cultura de paz.

A UNESCO tem trabalhado com o AfroReggae desde o ano 2000 e por meio desta parceria um incontável número de projetos de prevenção da violência, mediação de conflitos e valorização da juventude têm sido realizados com sucesso. O trabalhado do grupo AfroReggae tem demonstrado seu enorme potencial de transformar vidas e empoderar pessoas, alterando positivamente trajetórias de vida.
 
Neste momento a UNESCO relembra a frase célebre que ilustra seu ato constitutivo de 1945: “se a guerra nasce na mente dos homens, é na mente dos homens que devem ser construídas as defesas da paz”. Esperemos que os interesses do narcotráfico e do crime não façam calar as vozes dos engajados na transformação social e no sonho coletivo que é a construção da paz e de uma vida com oportunidades iguais para todos.

 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página