07.03.2019 - UNESCO Office in Brasilia

“Mulheres no espaço digital” - mensagem da UNESCO para o Dia Internacional da Mulher

Mensagem de Audrey Azoulay, diretora-geral, por ocasião do Dia Internacional da Mulher, “Mulheres no espaço digital”, 8 de março de 20

No Dia Internacional da Mulher deste ano, nós celebramos as contribuições das mulheres para a sociedade – em particular no espaço digital – e refletimos sobre como podemos assegurar que elas exerçam totalmente seus direitos.

As tecnologias digitais têm afetado as formas como nós trabalhamos, aprendemos, ensinamos e vivemos juntos. Contudo, infelizmente, as mulheres não estão se beneficiando de forma plena dessa revolução tecnológica. Um relatório recente da Broadband Commission, em coautoria com a UNESCO, concluiu que a exclusão digital de mulheres está aumentando atualmente: em 2016, havia mais de 250 milhões de mulheres online a menos do que homens. As mulheres não são apenas menos conectadas, mas se beneficiam menos da alfabetização digital e da formação em habilidades, assim como têm menor probabilidade de serem contratadas por empresas de tecnologia, e muitas vezes ganham menos do que seus colegas homens.

Mesmo em alguns dos campos científicos mais avançados (tecnologias digitais e inteligência artificial), as mulheres estão em desvantagem. Por exemplo, apenas 22% dos profissionais de inteligência artificial são mulheres. Este ano, a UNESCO busca compensar esse equilíbrio, no momento em que celebramos as pioneiras que ampliaram os limites do nosso conhecimento em campos como computação quântica, inovação digital e inteligência artificial. Ao destacar os sucessos dessas mulheres, nós esperamos encorajar uma nova geração de jovens mulheres nos campos de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM), nos quais elas continuam a ser sub-representadas. Por exemplo, nós trabalhamos para estimular meninas e mulheres a ocupar os campos de STEM e, em especial, desenvolver habilidades digitais, por meio do recém-lançado projeto Girls Can Code (As Meninas Sabem Programar).

Na área cultural, nós também apoiamos o acesso das mulheres à criação digital e promovemos a igualdade de gênero nas indústrias criativas por meio da iniciativa You Are Next (Você é a Próxima). Em parceria com Sabrina Ho, a UNESCO fornece a centenas de jovens mulheres no México, na Palestina, no Senegal, no Afeganistão e no Tajiquistão as habilidades artísticas, digitais e empreendedoras necessárias para que tenham sucesso no ambiente digital.

Apesar de tais iniciativas e dos muitos modelos de mulheres na esfera digital, elas estão cada vez mais se retirando das plataformas online para se proteger de ataques cibernéticos e perseguição. Uma em cada dez mulheres da União Europeia declarou ter sofrido perseguição cibernética desde os 15 anos de idade, em particular entre as jovens de 18 a 29 anos. A UNESCO – como a agência das Nações Unidas dedicada à informação e à comunicação – está na frente da luta contra a discriminação de gênero, desconstruindo os estereótipos que se espalham pelos meios de comunicação, bem como combatendo a perseguição online.

Para contribuir com a luta contra os estereótipos, eu convido todos e todas a se juntarem ao movimento coletivo mundial #Wiki4Women. Atualmente, nas páginas da Wikipédia, apenas uma em seis biografias é dedicada a uma mulher. Ao criar e complementar biografias de mulheres extraordinárias nas áreas de cultura, educação e ciências na Wikipédia, a UNESCO tem como objetivo dar a elas a existência digital que merecem. Tomando como base a bem-sucedida “maratona editorial” realizada no ano passado em sua Sede, a UNESCO está mais uma vez colaborando com a Wikimedia Foundation, com a organização de oficinas de “maratona editorial” no Cairo, em Nova Deli, em Bangkok, em Lima, em Almaty, assim como em Paris.

A UNESCO está comprometida em realizar uma contribuição positiva e duradoura para o empoderamento das mulheres e para a igualdade de gênero. Cada um e cada uma de nós pode fazer a diferença, rejeitando o preconceito e a discriminação, garantindo que os espaços online sejam seguros para todos e todas, celebrando as conquistas femininas e promovendo a contribuição das mulheres na esfera digital – e em todas as esferas da vida.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página