20.11.2014 - UNESCO Office in Brasilia

Dia Mundial da Filosofia - pensamento crítico para a compreensão das mudanças na sociedade contemporânea

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial da Filosofia, 20 de novembro de 2014.

O Dia Mundial da Filosofia oferece uma oportunidade para enfatizar mais uma vez a importância do pensamento crítico para a compreensão das mudanças na sociedade contemporânea. A mudança força-nos a encontrar novas formas de conviver e construir sociedades mais justas, mas também pode corroer a confiança e provocar tensão. Nessas circunstâncias, a filosofia é uma preciosa aliada, que se baseia no raciocínio reflexivo e engajamento no diálogo, para abrir nossas mentes a uma ampla variedade de opiniões e pontos de vista. Essa mudança de foco é crucial em um mundo de diversidade crescente. Isso é o fundamento sobre o qual a tolerância e a paz repousam, bem como um meio de liberar a energia criativa que faz as sociedades avançarem, respeitando os direitos humanos.

“Se, ao falarem e expressarem sua visão, as pessoas transformam o mundo, então o diálogo é o meio pelo qual elas encontram significado no presente”. Essa mensagem de Paulo Freire está consagrada no “Manual de filosofia: uma perspectiva Sul-Sul”, que será lançado oficialmente pela UNESCO no Dia Mundial da Filosofia, e foi produzido com o apoio do Programa Internacional Rei Abdullah bin Abdul Aziz da Arábia Saudita para uma Cultura de Paz e o Diálogo. Não há filosofia genuína sem diálogo e, em um mundo globalizado, o diálogo deve abranger as diversas vertentes de sabedoria que têm influenciado as pessoas ao longo da história, mas que nem sempre são suficientemente detalhadas ou documentadas em livros convencionais. É esse pluralismo intelectual genuíno e filosófico que nos permitirá identificar os melhores pontos de vista para o futuro. Ao iniciar alunos, professores e o público em geral na diversidade dessas tradições, podemos lançar as bases de uma comunidade global. Espero que esse manual inspire novas gerações de estudantes e professores, e apelo a todos os Estados-membros e aos nossos parceiros para apoiarem essa iniciativa, bem como a todas as outras pessoas que nos ajudam a refletir sobre a filosofia com os demais.

Esse é o espírito da Década Internacional para a Aproximação das Culturas (2013-2022), e é essa sabedoria que a UNESCO vai continuar a promover, a fim de construir as defesas da paz nas mentes dos homens e das mulheres, de acordo com a sua Constituição.




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página