Candidaturas do Brasil ao Memória do Mundo 2014-2015

Esta página oferece acesso aos acervos do patrimônio documental submetidos pelo Brasil para inclusão no Registro da Memória do Mundo em 2015.

Guerra da Tríplice Aliança: apresentações iconográficas e cartográficas

© Brazilian Navy's Historical Heritage and Documentation
Eduardo de Martino, Monitor Alagoas. C. 1866, 22, 40x30, 50cm, watercolor and graphite on paper, BRRJDPHDM ED DE GP (3192).

Patrimônio documental submetido pelo Brasil e pelo Uruguai para inclusão no Registro da Memória do Mundo, em 2014.

A Guerra da Tríplice Aliança, também conhecida no Brasil como Guerra do Paraguai, deixou marcas permanentes na história da América do Sul. Trata-se de um dos conflitos mais sangrentos do século XIX, além de um dos mais longos das Américas, que serviu para redefinir as fronteiras nacionais na área do Rio da Prata. Os impactos profundos dessa guerra até hoje podem ser percebidos nos países envolvidos: Paraguai, Brasil, Argentina e Uruguai. 

  • Ano de submissão: 2014
  • Países: Brasil e Uruguai

Fundo Comitê de Defesa dos Direitos Humanos para os Países do Cone Sul (CLAMOR)

© CEDIC
Bulletin CLAMOR, Year IV, Number 94, December 1981.

Patrimônio documental submetido pelo Brasil e pelo Uruguai para inclusão no Registro da Memória do Mundo, em 2014.

O CLAMOR (Comitê da Defesa dos Direitos Humanos nos Países do Cone Sul) foi um periódico ativo entre 1978 e 1991. O acervo CLAMOR consiste em documentos produzidos e acumulados durante o período de atuação do Comitê, reconhecido como uma das mais importantes organizações que prestaram solidariedade, de maneira prática, aos refugiados políticos das ditaduras do Cone Sul e às famílias de prisioneiros e desaparecidos desses países. O periódico tornou-se um importante veículo para denunciar os crimes de violação dos direitos humanos e também para oferecer informação sobre a situação dos países durante períodos de tensão política.

  • Ano de submissão: 2014
  • Países: Brasil e Uruguai

Coleção Jesco von Puttkamer

© PUC Goias/IGPA
Jesco von Puttkamer

Patrimônio documental submetidos pelo Brasil para inclusão no Registro da Memória do Mundo, em 2014.

A Coleção Jesco von Puttkamer reúne informações sobre cultura, hábitos e interação ambiental de cerca de 60 povos indígenas da Amazônia, coletadas ao longo de mais de 40 anos. O acervo representa várias realidades culturais em diferentes momentos históricos brasileiros. O material foi coletado durante viagens feitas pelo indigenista Jesco von Puttkamer ao interior brasileiro e a países vizinhos para encontrar sociedades indígenas. A coleção mostra as memórias, as histórias e as ligações entre passado, presente e futuro dos grupos indígenas sul-americanos e seus descendentes. 

  • Ano de submissão: 2014
  • País: Brasil
Voltar ao topo da página