Segurança de jornalistas

©UNESCO

Promover a segurança de jornalistas e combater a impunidade àqueles que os atacam são elementos centrais no apoio da UNESCO pela liberdade de expressão em todas as plataformas de mídia.

Consequentemente, a UNESCO está comprometida com o avanço da liberdade de imprensa e da segurança de jornalistas, tanto online como fora da internet, por meio de uma variedade de ações, incluindo campanhas de conscientização, promoção de parcerias e coordenação do Plano de Ação das Nações Unidas para a Segurança de Jornalistas.

Desde 1997, a diretora-geral da UNESCO condena cada morte de jornalista, e a cada dois anos compila o relatório de segurança de jornalistas e questões de impunidade (Report on The Safety of Journalists and the Issue of Impunity) para o Conselho Intergovernamental do IPDC (International Programme for the Development of Communication).

Dia pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas


Voltar ao topo da página