Lançamento no Brasil do Relatório Mundial "Re|pensar políticas culturais"

A Representação da UNESCO no Brasil, em parceria com o Ministério da Cultura e Itaú Cultural, realizam o lançamento do Relatório Mundial 2918 – Repensar as Políticas Culturais: Criatividade para o Desenvolvimento. O evento ocorrerá no dia 6 de novembro de 2018, em São Paulo, das 9h30 às 16h30, no auditório do Itaú Cultural no marco da primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR), megaevento de negócios organizado pelo MinC, que reunirá artistas e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países da América do Sul, de 5 a 11 de novembro, no corredor cultural da Avenida Paulista.

O Relatório Mundial da UNESCO é um instrumento valioso para implementar a Convenção de 2005 sobre a proteção e a promoção da diversidade das expressões culturais nos países. Ele avalia os progressos realizados e os desafios encontrados no avanço das metas da convenção, ratificada por 146 países-membros. É o guia de ação da UNESCO para o fortalecimento de capacidades para produção, criação e disseminação de bens, atividades e serviços culturais. A convenção apoia o direito soberano dos Estados de implementar políticas públicas destinadas a fortalecer e dinamizar os setores das indústrias cultural e criativa e promover a diversidade das expressões culturais. O documento também contribui para a execução da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

O evento apresentará também o relatório The Brazilian Creative Economy, desenvolvido pela Tom Fleming Creative Consultancy, por intermédio da parceria entre o British Council e a Fundação Newton. Nele, é apresentado o panorama da economia criativa no Brasil, o programa de avaliação e uma proposta metodológica para a avaliação de programas de economia criativa em áreas vulneráveis. Além disso, conta com um Guia UK-Brazil para compartilhamento de boas práticas em economia criativa, com casos inspiradores de diversos países.

Programação:

Local: Auditório do Itaú Cultural, São Paulo

Data: 6 de novembro de 2018

  • 9:30 às 10:00 — Abertura Institucional

Sérgio Sá Leitão – Ministro da Cultura

Pablo Avelluto – Secretário de Governo da Cultura da Argentina

Ramón Solís Muñoz – Chefe da Unidade de Assuntos Internacionais do Ministério da Cultura, das Artes e do Patrimônio do Chile

Eduardo Saron – Diretor do Itaú Cultural

Marlova Noleto – Diretora e Representante da UNESCO no Brasil

  • 10:00 às 10:30 — Relatório Mundial 2018 Repensar as  Políticas Culturais: Criatividade para o Desenvolvimento

Octavio Kulesz (Argentina)  – Diretor da Editora Teseoe autor do capítulo “Políticas Culturais na era das Plataformas”

  • 10:30 às 11:30 — Painel: Políticas Culturais, mercado e mobilidade de artistas e profissionais de cultura 

Adriana González Hassig (Colômbia) – Coordenadora do Grupo de Empreendimento Cultural/Ministério da Cultura

Máximo Jacoby (Argentina) – Diretor Nacional de Empreendimento Cultural

Giselle Dupin (Brasil) – Coordenadora-Geral de Cultura, Educação, Acessibilidade e Inclusão do Ministério da Cultura e membro do Grupo de especialistas da UNESCO para implementação da Convenção de 2005 

Moderador: Isabel de Paula – Coordenadora a.i. do Setor de Cultura/UNESCO no Brasil

  • 11:30 às 12:30 — Painel: Bibliodiversidade e intercâmbio de bens culturais do setor editorial na América Latina 

Guilherme Relvas (Brasil) – Diretor do Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB/Ministério da Cultura)  

Octávio Kulesz (Argentina) – Diretor da Editora Teseo 

Francisco Thaine (Colômbia) – Subdiretor Técnico da Cerlalc/UNESCO 

Moderador: Fernanda Garcia – Diretora Executiva da Câmara Brasileira do Livro

  • 12:30 às 14:30 — Intervalo 
  • 14:30 às 15:30 — Publicação: A Economia criativa brasileira. Análise da situação e avaliação do programa Newton de Empreendedorismo Social e Criativo

Douglas Capela (Brasil) – Secretário de Economia Criativa/Ministério da Cultura

Diana Daste – Diretora de Educação do British Council 

Frederico Cabaleiro (Brasil) – Gestor Nacional de Economia Criativa do Sebrae Nacional

Pedro Affonso Ivo Franco (Reino Unido) – Consultor da Tom Fleming Creative Consultancy para América Latina e Sul Global – Membro do Painel de Especialistas em Políticas Culturais/UNESCO

  • 15:30 às 16:30 — Painel: Empreendedorismo criativo

Renata Piazzalunga (São Paulo) – Fellicia, Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI)

Clara Arruda (Recife) – Coordenadora de Marketing em Economia Criativa do Porto Digital

Rodrigo Menezes (Recife) – Galo da Madrugada

João Paulo Maropo (Ceará) – Diretor-Administrativo/Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri

Moderador: Antía Vilela – Oficial de Projetos do Setor de Cultura/UNESCO no Brasil

  • 16:30 — Entrega do Relatório Mundial 2018 “Re | pensar as Políticas Culturais: Criatividade para o Desenvolvimento”

Links relacionados:

RELATÓRIO MUNDIAL RE|PENSAR AS POLÍTICAS CULTURAIS

O relatório mundial examina como a Convenção de 2005 tem inspirado a mudança política nos âmbitos mundial e nacional em dez áreas culturais.  Ele se baseia na análise dos Relatórios Periódicos Quadrienais submetidos pelos Estados Partes da Convenção, apresenta novas descobertas relevantes e também apresenta recomendações de políticas culturais para o futuro. 

A UNESCO no Brasil agradece, em especial, ao Ministro da Cultura no Brasil pelo apoio na tradução para o português do Relatório Mundial 2018, e também pela colaboração na revisão técnica, bem como na impressão e distribuição de cópias impressas deste material. 

Downloads:

Resumo do Relatório 2018:

Relatório Completo 2018:

Resumo do Relatório 2015:

Relatório Completo 2015:

 

 

Voltar ao topo da página