Educação para o desenvolvimento sustentável

© UNESCO/Dom João

Com uma população mundial de mais de 7 bilhões de pessoas e recursos naturais limitados, nós, como indivíduos e sociedades, precisamos aprender a viver juntos de forma sustentável. Precisamos agir de forma responsável com base no entendimento de que o que fazemos hoje pode ter implicações futuras para a vida das pessoas e para o planeta. A educação para o desenvolvimento sustentável (EDS) contribui para mudar a forma como as pessoas pensam e agem para um futuro sustentável. A EDS significa incluir questões-chave sobre o desenvolvimento sustentável no ensino e na aprendizagem.

Isso requer mudanças profundas no modo que a educação é frequentemente praticada hoje. Esse esforço educacional irá incentivar mudanças de comportamento que virão a gerar um futuro mais sustentável em termos da integridade ambiental, da viabilidade econômica e de uma sociedade justa para as gerações presentes e futuras. Isso representa uma nova visão da educação capaz de ajudar pessoas de todas as idades a entender melhor o mundo em que vivem, tratando da complexidade e do interrelacionamento de problemas tais como pobreza, consumo predatório, degradação ambiental, deterioração urbana, saúde, conflitos e violação dos direitos humanos, que hoje ameaçam nosso futuro.

Também requer métodos participativos de ensino e aprendizagem para motivar e empoderar alunos a mudra seus comportamentos e tomar atitude em favor do desenvolvimento sustentável. A educação ambiental promove competências como pensamento crítico, reflexão sobre cenários futuros e tomadas de decisão de forma colaborativa.

Há um crescente reconhecimento internacional da EDS como um elemento integrante da educação de qualidade e um elemento essencial para o desenvolvimento sustentável. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), adotados pela comunidade internacional para 2030, incluem a ESD. A Meta 4.7 do ODS 4 da educação visa à promoção da ESD e abordagens relacionadas, como a educação para a cidadania global, a educação inclusiva, os direitos humanos, a cultura de paz, a diversidade cultural, a igualdade de gênero, entre outros.

A UNESCO visa a melhorar o acesso à educação de qualidade para o desenvolvimento sustentável em todos os níveis e em todos os contextos sociais, para transformar a sociedade, ao reorientar a educação e ajudar as pessoas a desenvolver conhecimentos, habilidades, valores e comportamentos necessários para o desenvolvimento sustentável. Trata-se de incluir questões de desenvolvimento sustentável, como a mudança climática e a biodiversidade, no ensino e na aprendizagem. Os indivíduos devem se tornar atores responsáveis que resolvem desafios, respeitam a diversidade cultural e contribuem para a criação de um mundo mais sustentável.

O que a UNESCO faz em EDS?

© UNESCO/Nelson Muchagata

A UNESCO é a agência líder da ONU para a promoção da educação para o desenvolvimento sustentável (EDS) e é responsável pela gestão, pela coordenação e pela implementação em âmbito global do Programa de Ação Global (Global Action Programme – GAP) da ESD.

O GAP concentra-se na geração e na ampliação de ações em torno de cinco áreas prioritárias: impulsionar políticas; transformar ambientes de aprendizagem e de formação; capacitar educadores e formadores; mobilizar e capacitar jovens; e fomentar soluções sustentáveis no nível local. A UNESCO no Brasil exerce um papel primordial na promoção de EDS.

  • A UNESCO apoia os países no desenvolvimento e na expansão de atividades educacionais relacionadas a questões de sustentabilidade, como a mudança climática, a biodiversidade, a redução de riscos e desastres, temas relacionados a água, diversidade cultural e estilos de vida sustentáveis por meio da ESD. Além disso, a UNESCO oferece subsídios aos formuladores e gestores de políticas sobre como integrar a ESD às políticas de educação, aos currículos e ao processo de formação de professores. Portanto, a educação deve promover o pensamento crítico, a projeção de cenários futuros e a tomada decisões de forma colaborativa, de forma a capacitar os alunos para viver com responsabilidade e enfrentar os complexos desafios globais.
  • A UNESCO promove formação de professores para garantir que as escolas integrem a ESD a suas práticas. Por exemplo, estão disponíveis cursos online para professores sobre a introdução à mudança climática e materiais pedagógicos para capacitação de professores em mudança climática e desenvolvimento sustentável, inclusive uma versão adaptada para o contexto brasileiro.
  • A UNESCO incentiva discussões em torno da ESD ao organizar e participar de reuniões e eventos internacionais, assim como por meio da publicação de documentos-chave e instrumentos educativos para a implementação da EDS, como "Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: objetivos de aprendizagem" e vídeos de EDS para crianças de 7 a 11 anos.
  • A UNESCO também vem desenvolvendo um papel importante na mobilização de jovens em torno da EDS.
Voltar ao topo da página