Educação e formação técnica e profissional no Brasil

© UNESCO\Edson Fogaça - Ensino Técnico e Profissional no Brasil

Existe a necessidade de promoção da educação e formação técnica e profissional EFTP no Brasil para preparar a juventude para o mercado de trabalho, aumentar o crescimento econômico e reduzir a pobreza.

A EFTP pode ligar a educação e o mercado de trabalho, pois ela visa a tratar de demandas econômicas, sociais e ambientais ao ajudar os jovens e os adultos a desenvolver as habilidades que precisam para adquirirem emprego, trabalho decente e desenvolverem o empreendedorismo. Assim, a EFTP promove o crescimento econômico igualitário, inclusivo e sustentável, além de dar assistência a transições para economias verdes e digitais.

A integração da educação secundária na EFTP pode ligar a educação e o mercado de trabalho. É importante ressaltar que, recentemente, a integração entre o ensino médio e a educaçãoe formação técnica e profissional foi implantada em 20 dos 27 Estados brasileiros, particularmente nas regiões Norte e Nordeste.

A UNESCO apóia ações relativas ao desenvolvimento de competências de gestores e de equipes técnicas, no que se refere ao planejamento e à execução de ações que incrementem o acesso à educação, a permanência de estudantes nas escolas, a eficiência e a eficácia da educação profissional oferecida à população brasileira.

Em consonância com as recomendações mundiais, desde 1997, a educação e formação técnica e profissional tem sido eixo basilar de atuação da Representação da UNESCO no Brasil. Em parceria com os governos federal e estaduais, os trabalhos têm tido como foco a divulgação de idéias, a promoção de reflexões e a oferta de subsídios para a definição de políticas públicas que atendam, efetivamente, às necessidades sociais e contribuam para a melhoria do sistema educacional no Brasil.

Voltar ao topo da página