Ações desenvolvidas pelo Programa Brasil-África: Histórias Cruzadas

Eixo: acompanhamento da implementação da Lei 10.639/2003

  • Realização de diagnósticos sobre a implementação da Lei 10.639/2003, a partir de consulta a atores sociais (academia, sociedade civil organizada, governo e organismos internacionais).
    • A primeira, ocorrida em 2007, foi em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (Secadi/MEC), resultou na elaboraçãode um documento ressaltando a incipiência da institucionalização da Lei e a ausência de materiais pedagógicos sobre a história e a cultura da África e dos afro-brasileiros, sólidos e de qualidade, para subsidiar a formação de professores e sua atuação pedagógica.
    • A segunda, realizada em 2010, fruto da parceria com a Universidade Federal de São Carlos e a Ação Educativa, decorreu em um plano de ação da sociedade civil
  • Apoio à realização da pesquisa Práticas Pedagógicas de Trabalho com Relações Étnico-Raciais, com o mapeamento e a análise de iniciativas de educação das relações étnico-raciais desenvolvidas pelas escolas públicas e o levantamento de informações sobre o processo de institucionalização da Lei 10.639/2003.
    A pesquisa foi realizada por meio de cooperação da UNESCO no Brasil à  Secadi/MEC e sob a coordenação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Eixo: produção e disseminação de  informações sobre a história da África e dos afro-brasileiros

  • Edição em português da coleção História Geral da África - UNESCO, originalmente publicada entre as décadas de 1980 e 1990. Por meio de uma abordagem interdisciplinar e a partir de um olhar de seus povos, a coleção explicita a África como berço da humanidade e evidencia sua contribuição para a cultura e a produção do conhecimento científico mundial.
  • A  publicação da coleção foi realizada em parceria com a Secadi/MEC e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
  • Elaboração de materiais pedagógicos, por meio da parceria com a SECADI/MEC e a UFScar com o objetivo de adequar e ampliar o acesso de professores e alunos da educação básica ao conteúdo da coleção da UNESCO História Geral África e também evidenciar a influência africana na história do Brasil.
    • Serão disponibilizados em 2012, entre outros:  Síntese da coleção da História Geral da África, livros sobre história e cultura africana e afro-brasileira para professores da educação básica, Guia com Orientações para o Uso da Síntese da Coleção História Geral da África, portal com ferramentas interativas para professores e alunos da educação básica, atlas geográfico contendo a cartografia do continente africano e de sua diáspora.

Eixo: assessoramento no desenvolvimento de  de políticas públicas

Voltar ao topo da página