Projeto Ensinar Respeito por Todos no Brasil

©UNESCO

O projeto Ensinar Respeito por Todos foi lançado em 18 de janeiro de 2012, uma parceria entre a UNESCO/Paris, e os governos do Brasil e dos Estados Unidos. Ele visa a desenhar um modelo de estrutura curricular para lutar contra o racismo e promover a tolerância, que possa ser usado pelos países e adaptado às suas realidades locais. 

O projeto também pretende elaborar instrumentos educacionais para trabalhar os temas de racismo e tolerância na educação. Esses materiais serão construídos a partir de lições e boas práticas vindas da realidade dos países que fazem parte do projeto. 

A UNESCO está preocupada com o aumento do racismo, da xenofobia e da intolerância, e considera que a educação é essencial para o fortalecimento dos fundamentos da tolerância, a redução da discriminação e da violência, e aprender a viver juntos.

A educação é vital para atingir esses objetivos e cultivar o respeito por todas as pessoas, independentemente da cor, sexo ou identidade nacional, étnica ou religiosa. Nesse contexto, o projeto Ensinar Respeito por Todos pretende fortalecer os processos de debates em voga em torno da questão da discriminação e da educação para o respeito de todos. De forma mais específica, ele pretende chegar às crianças e jovens durante os seus anos de formação, nomeadamente através de materiais e currículos educacionais. Dentro dessa realidade, a formação dos professores ganha uma importância central neste processo.

O projeto foi idealizado na primeira reunião no Brasil, em outubro de 2012, realizada com a participação do grupo de consultores que trabalharam conceitos e atividades necessárias para o combate à discriminação e o preconceito.

Objetivos específicos do Projeto Ensinar Respeito por Todos no Brasil:

No Brasil, o Projeto Ensinar o Respeito por Todos tem como principal objetivo ampliar o repertório teórico dos docentes que serão formados, buscando respostas concretas para o desenvolvimento de práticas pedagógicas pautadas na promoção da igualdade étnico-racial. Neste contexto, tem os objetivos específicos de:

  1. Contribuir com a qualificação de professores, fornecendo subsídios para sua prática junto aos alunos, visando à redução da discriminação, da violência e promovendo o respeito e a convivência entre todos, especificamente com base nos aspectos positivos existentes nas políticas educacionais brasileiras e nas estratégias realizadas junto aos estudantes da educação básica.
  2. Trabalhar a formação dos professores, por meio da metodologia e dos conteúdos contidos no material pedagógico do TRA e incluir o arcabouço que, ao longo do tempo, vem sendo construído no Brasil. Para, ao final do processo, haver um material com as especificidades da realidade brasileira.    

Links selecionados (em inglês):

Voltar ao topo da página