Educação Ambiental no Brasil

© UNESCO/Nelson Muchagata

A UNESCO é a Agência do Sistema ONU incumbida de dar seguimento ao Capítulo 36 da Agenda 21, que trata da educação ambiental em todos os níveis, da formação de educadores e da informação ao público.

A educação não é um fim em si mesma, é um direito fundamental e um instrumento-chave para mudar valores, comportamentos e estilos de vida: para alcançar um futuro sustentável é necessário fomentar, entre a população, a consciência da importância do meio ambiente. Uma das formas de as pessoas adquirirem esta consciência, os conhecimentos e habilidades necessárias à melhoria de sua qualidade de vida se dá por meio da Educação Ambiental (EA).

As Conferências Internacionais sobre EA, nas quais a UNESCO teve papel catalisador fundamental, recomendam que a EA não seja feita somente nas escolas. Seus veículos devem ser a educação formal e não formal e os meios de comunicação de massa.

A UNESCO no Brasil aplica esta recomendação, por meio de um acordo de cooperação com o Ministério do Meio Ambiente para a execução do Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA), cujos objetivos são:

  • assegurar, no âmbito educativo, a integração equilibrada das múltiplas dimensões da sustentabilidade - ambiental, social, ética, cultural, econômica, espacial e política - ao desenvolvimento do País, resultando em melhor qualidade de vida para toda a população brasileira.
  • buscar o envolvimento e a participação social na proteção e conservação ambiental e da manutenção dessas condições a longo prazo.
Voltar ao topo da página