Relatório Mundial de Ciências Sociais

O Relatório Mundial de Ciências Sociais é produzido pelo Conselho Internacional de Ciências Sociais (International Social Science Council – ISSC) e coeditado com a UNESCO. Centenas de cientistas sociais de todo o mundo, com suas áreas de expertise, contribuem com a publicação. O Relatório é uma visão geral abrangente dessa área do conhecimento e é publicado a cada três anos.

Relatórios anteriores (disponíveis somente em inglês):

Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016

"O desafio das desigualdades: caminhos para um mundo justo"

A desigualdade nunca esteve em uma posição de tamanho destaque na agenda dos formuladores de políticas de todo o mundo, nem foi um tema tão importante para a pesquisa em ciências sociais. Atualmente, são publicados mais artigos de periódicos sobre os temas da desigualdade e da justiça do que nunca.

Este é o Resumo do Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016. Ele está fundamentado nos estudos de mais de cem cientistas sociais e outros pensadores de destaque de todo o mundo, em várias disciplinas, para enfatizar respostas transformadoras à desigualdade em todos os âmbitos, das bases socioeconômicas até a governança mundial.

O texto conclui que:

  • a desigualdade, se não for controlada, pode comprometer a sustentabilidade das economias, das sociedades e das comunidades;
  • as desigualdades não devem ser entendidas e abordadas apenas em termos de renda e riqueza – elas são econômicas, políticas, sociais, culturais, ambientais, espaciais e com base no conhecimento;
  • os vínculos e as interseções das desigualdades devem ser mais bem compreendidas para a criação de sociedades mais justas;
  • é necessário que ocorra uma mudança gradual em direção a uma agenda de pesquisas que seja interdisciplinar, de múltipla escala e mundialmente inclusiva para fundamentar caminhos em direção a uma maior igualdade.

Em suma, muitos países investem muito pouco na pesquisa sobre os impactos de longo prazo da desigualdade que incide na sustentabilidade de suas economias, de suas sociedades e comunidades. Se não tratarmos desse assunto com urgência, as desigualdades irão transformar a ambição transversal de “não deixar ninguém para trás” até 2030 em um slogan vazio de significado.

O Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016 foi elaborado pelo ISSC e pelo Institute of Development Studies (IDS), e é copublicado pela UNESCO.

_____________________________________________________________

Downloads

Release de imprensa

Mais informações

Contatos

ISSC

  • Lizzie Sayer, Communications Officer, Tel.: +33 (0)1 45 68 44 46, lizzie@worldsocialscience.org

UNESCO

  • John Crowley, Tel.: +33 (0)1 45 68 38 28, j.crowley@unesco.org

Contato de mídia internacional

 

 

Voltar ao topo da página