Estatísticas em mídia e gênero

Na área de mídia e gênero, as estatísticas indicam preocupantes tendências na representação de mulheres trabalhando em conteúdos de mídia, em quadros de funcionários e em cargos de gerência.

De acordo com o relatório global sobre o status de mulheres na mídia de notícias (Global Report on the Status of Women in News Media), do universo estudado de empresas de mídia, somente 16% na Europa Oriental, 27% no Oriente Médio e norte da África, e 69% na África Subsaariana possuem políticas amplas empresariais a respeito da igualdade de gênero. No mesmo relatório, foi descoberto que mulheres estão sub-representadas em 73% da mídia analisada na África Subsaariana, 50% na Ásia e Oceania, e 46% nas Américas. Os números são um indicativo dos esforços colaborativos necessários para tratar deste assunto complexo e urgente.

A respeito dos conteúdos de mídia, a pesquisa feita pelo Projeto Global de Monitoramento de Mídia (Global Media Monitoring Project - 2010), revela que somente 24% das pessoas questionadas, ouvidas, vistas ou lidas a respeito na mídia impressa ou audiovisual são mulheres; somente 13% das histórias focam especificamente nas mulheres, e 46% das notícias reforçam os estereótipos de gênero.

 

 

 

Voltar ao topo da página