Naufrágios

Durante milênios as águas separaram mas também aproximaram civilizações. Elas foram testemunhas de muitas aventuras humanas. Alguns vestígios destes aventureiros, dos guerreiros ou dos comerciantes encontraram seu último lugar de descanso no fundo do mar.

Estima-se que existam mais de três milhões de naufrágios ainda desconhecidos no fundo do oceano. Este dado é obviamente estimativo, mas alguns desses naufrágios podem ter milhares de anos e fornecer uma informação histórica preciosa. Um naufrágio tem natureza testemunhal dos negócios e do diálogo cultural entre os povos. Funciona,  entretanto, como uma cápsula do tempo, fornecendo informações precisas sobre a vida a bordo no momento do naufrágio.

 

Famosos naufrágios :

  • Titanic ;
  • A Armada de Philippe II da Espanha ;
  • A Frota de Kublai Khan ;
  • Os navios de Cristóvão Colombo ;
  • Os Galeões espanhóis que ligaram a Espanha à América ; e
  • O naufrágio grego de Anticítera.

A carga de alguns dos navios naufragados podem resultar num grande interesse para o mundo das artes. Em navios gregos e romanos naufragados, foram descobertas inúmeras e valiosas estátuas que atualmente encontram-se expostas em museus. Por exemplo, o naufrágio de Anticítera continha estatuas em mármore e em bronze de grande valor. As de bronze poderam ser recuperadas utilizando técnicas de restauração. Alguns navios modernos, como por exemplo o Vrouwe Maria e o Lusitania, afundaram quando transportavam obras de arte de valor incalculável.

Navios de bloqueio e barreiras navais

Um navio de bloqueio é um navio afundado deliberadamente para impedir a passagem em um rio, uma baía ou um canal. Alguns navios de bloqueio foram afundados para defender canais dos ataques das forças inimigas mas também existem casos inversos : navios afundados pelos atacantes para impedir os defensores de atravessarem um estreito.

Alguns exemplos :

  • O HMS Thetis, o Iphigenia e o Intrepid, afundados durante o ataque aos portos de Zeebrugge e Oostende em 1918 para evitar que a marinha alemã os utilizassem.
  • A barricada naval do século X que se encontra perto de Skuldelev,  em Roskilde Fjord, um importante centro comercial ;
  • A barreira sueca formada por 20 navios afundados deliberadamente em 1715 na baía de Greifswald,  ilha de Rügen, na costa báltica da Alemanha.

Destroços de aeronaves

Os oceanos e lagos do mundo guardam não somente navios naufragados, mas também destroços de outros meios de transporte como, por exemplo,  aviões abatidos em período de guerras ou submergidos após um acidente civil.

Algumas destar aeronaves podem ter uma importância histórica considerável, como no caso abaixo :

  • O Lockheed P-38 descoberto no Mar Mediterrâneo na proximidade da ilha de Riou, perto de Marselha, França. O avião que carregava o famoso escritor Antoine de Saint-Exupéry quando caiu.
Voltar ao topo da página