27.06.2012 - UNESCO Office in Brasilia

“O futuro que queremos” deve ser ético

Uma semana após a conclusão da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), a sessão extraordinária da Comissão Mundial para a Ética do Conhecimento Científico e Tecnológico (World Commission on the Ethics of Scientific Knowledge and Technology - COMEST) oferecerá a oportunidade para especialistas, governos e comunidades científicas refletirem, de um ponto de vista ético, sobre o papel da ciência e da tecnologia nas diferentes áreas do desenvolvimento sustentável. De fato, para que seja inclusivo, igualitário e sustentável, o “futuro que queremos” deve ser um futuro ético. A COMEST reúne-se nos dias 2 e 3 de julho na sede da UNESCO e no dia 4 na Academia Francesa de Ciências em Paris.

Como foi sublinhado na conclusão da Rio+20, o rápido desenvolvimento da ciência e da tecnologia trouxe uma prosperidade sem precedentes, mas também desafios a sociedades que, por vezes, resultaram em sérias ameaças. De acordo com o Artigo 28 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, “Toda a pessoa tem o direito […] de participar no progresso científico e nos benefícios que deste resultam”.

Como assegurar-se de que esse direito seja implementado na organização concreta da ciência e da tecnologia? A abordagem ética, que inclui a reflexão sobre a relação entre os princípios abstratos e os mecanismos concretos institucionais, tem o objetivo de encontrar uma resposta para essa questão. Essa é a razão de ser da COMEST, que engloba 18 membros individuais de várias regiões do mundo, assim como 11 membros ex officio representantes dos programas científicos intergovernamentais da UNESCO, assim como diferentes agências científicas internacionais. Os Estados-membros da UNESCO assessoram o trabalho da COMEST como observadores.

A Comissão irá trabalhar em quatro grandes tópicos que conduzem as conexões entre ciência, tecnologias e desenvolvimento sustentável: 1) Ética e Mudança Climática; 2) Ética na Ciência; 3) Ética do Desenvolvimento; e 4) Ética das Nanotecnologias e Tecnologias Convergentes. A sessão do dia 2 de julho, dedicada a questões internas da COMEST, é privada. As sessões de 3 e 4 de julho são abertas ao público sob inscrição prévia. A agenda prevê um espaço para debate que possibilita à COMEST uma troca com especialistas interessados em seu trabalho. A COMEST, em verdade, é um grupo aberto que objetiva facilitar um amplo debate sobre suas orientações e conclusões.

Programação do evento (PDF em inglês)

A sessão extraordinária da COMEST foi viabilizada pelo generoso apoio financeiro da Fundação Bettencourt Schueller.

2-3 de julho de 2012 (10h –18h)
UNESCO House
1 rue Miollis
75015 Paris (Linha de metrô: Ségur)
Sala XIV

4 de julho de 2012 (9h30 – 20h)
Institut de France
23 Quai de Conti
75006 Paris (Linha de metrô: Mabillon)
Sala XIV

Contato para a imprensa
John Crowley, +33 (0)1 45 68 38 28, j.crowley(at)unesco.org




<- Back to: Todas as notícias
Voltar ao topo da página