Histórico

A UNESCO tem organizado uma série de reuniões internacionais intituladas CONFINTEA, que acontecem a cada 12 ou 13 anos desde o final da década de 40 (Dinamarca 1949, Canadá 1960, Japão 1972, França 1985 e Alemanha 1997). A conferência realizada na Alemanha, CONFINTEA V, é um marco no debate sobre educação de adultos e educação não formal.

A Conferência de Hamburgo chamou a atenção para a educação de adultos e educação não formal como elementos indispensáveis para a educação ao longo da vida. Os dois documentos básicos adotados pelos delegados ao final da conferência enfatizaram a educação de adultos e a educação ao longo da vida como ferramentas fundamentais para responder aos desafios globais do século 21 em relação aos seguintes temas: democracia, paz e direitos humanos, respeito pela diversidade, resolução de conflitos, sustentabilidade econômica e ecológica e desenvolvimento da força de trabalho. 

A compreensão holística sobre educação de adultos e educação não formal estabelecida pela CONFINTEA V é a base sobre a qual a CONFINTEA VI será construída. A conferência fortalecerá o reconhecimento da educação de adultos e da educação não formal no âmbito de uma perspectiva de educação ao longo da vida. Esta agenda abrangente incluirá a diversidade e o leque de opções existentes na educação formal e não formal de adultos, suas modalidades, locais e temas.

Entretanto, o objetivo mais desafiador da CONFINTEA VI será harmonizar a educação formal e não formal de adultos com outras agendas internacionais de educação e de desenvolvimento (Educação para Todos, EPT; Década das Nações Unidas para a Alfabetização, UNDL; Iniciativa de Alfabetização para o Empoderamento, LIFE e Objetivos do Milênio, ODMs) e ainda integrar aprendizagem de adultos e educação não formal no âmbito das estratégias setoriais nacionais mais abrangentes. A conferência no Brasil também avaliará se os resultados dos compromissos assumidos em 1997 foram implementados e, mais importante, produzirá as ferramentas, pore exemplo benchmarks, para assegurar que os compromissos sobre aprendizagem de adultos e educação não formal previamente assumidos e os atuais sejam prioridade de forma a passar da teoria à ação.

O Instituto da Unesco para Educação ao Longo da Vida (UIL) vem coordenando o processo preparatório que antecede a CONFINTEA VI, em estreita cooperação com a sede da UNESCO, com o Escritório Regional e com o Ministério da Educação do país que está acolhendo a CONFINTEA VI, o Brasil. O UIL recebe apoio do Grupo Consultivo da CONFINTEA VI, grupo de especialistas em educação de adultos e educação não formal, que está dando as linhas para a preparação conceitual da conferência. Seguindo procedimentos pré-estabelecidos, o processo preparatório inclui a produção de relatórios nacionais e de reuniões de discussão regionais, assim como discussões e consultas sobre temas específicos. Será central para o processo o desenvolvimento de avaliações (benchmarks) internacionalmente adaptáveis sobre para aprendizagem de adultos e educação não formal. Esse processo será pilotado por um pequeno grupo internacional sobre a coordenação do UIL.

Documentos relacionados