Comunicado de prensa

Declaração da UNESCO sobre os recentes acontecimentos na Ucrânia

A UNESCO está profundamente preocupada com as operações militares em andamento e a escalada da violência na Ucrânia.  Conforme declarado pelo secretário-geral da ONU, tais operações são violações da integridade territorial e da soberania da Ucrânia e são incompatíveis com a Carta das Nações Unidas.

A UNESCO pede respeito ao direito internacional humanitário, em particular a Convenção da Haia de 1954 para a Proteção de Bens Culturais em Caso de Conflito Armado e seus dois Protocolos (1954 e 1999), para garantir a prevenção de danos ao patrimônio cultural em todas as suas formas. 

 

Isso também inclui as obrigações derivadas da Resolução 2222 (2015) do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a proteção de jornalistas, profissionais da mídia e pessoal associado em situações de conflito, de promover a mídia livre, independente e imparcial como um dos fundamentos essenciais de uma sociedade democrática, e que podem contribuir para a proteção dos civis. 

 
A UNESCO também pede a contenção de quaisquer ataques ou danos a crianças, professores, profissionais da educação ou escolas, e que o direito à educação seja mantido. 

 

  • Contato de imprensa: Thomas Mallard, +33 1 45 68 22 93