18.06.2013 - UNESCOPRESS

54 novas inscrições no Registro da Memória do Mundo

A vida e obras de Ernesto Che Guevara: dos manuscritos originais de sua adolescência e juventude até seu Diário de campanha na Bolívia, apresentado pela Bolívia e Cuba; a coleção de testemunhos de vítimas do Holocausto conservada em Yad Vashem de Jerusalém, apresentada por Israel; e Maha Lawkamarazein ou pedras inscritas de Kuthodaw, apresentadas por Mianmar, estão entre as 54 novas adições ao Registro da Memória do Mundo, aprovadas hoje pela diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova.

A lista completa está disponível em espanhol e em inglês em: http://www.unesco.org/new/es/communication-and-information/flagship-project-activities/memory-of-the-world/register/access-by-year/2013/

Os novos elementos do patrimônio documental foram propostos por 40 países e a Comissão Internacional para o Serviço Internacional de Investigações (International Tracing Service, ITS). Eles foram avaliados e recomendados pelo Comitê Internacional Consultivo do Programa Memória do Mundo, reunido em Gwangju (República da Coreia) de 18 a 21 de junho.
Os itens apresentados por Israel, Mianmar e Nepal são as primeiras inscrições destes países feitas no Registro. O item do ITS também foi o primeiro registro da Comissão.

O Registro da Memória do Mundo agora inclui um total de 299 documentos e coleções de documentos dos cinco continentes, salvaguardados em vários suportes, que vão desde uma pedra a um celuloide, de uma pergaminho a gravações de áudio. Entre os novos registros incluídos pelo Brasil o arquivo arquitetônico de Oscar Niemeyer e os documentos relativos às viagens do imperador Dom Pedro II ao Brasil e ao estrangeiro.

Durante a atual sessão, o Comitê também anunciou que este ano a o Prêmio Mundial UNESCO/ Jikji Memória do Mundo será concedido à ADABI (Apoyo al Desarrollo de Archivos y Bibliotecas), uma associação sem fins lucrativos mexicana, em reconhecimento à abordagem inovadora de conservação, digitalização e acessibilidade de arquivos, bem como por seus programas de educação e treinamento. A associação incentiva as comunidades a terem um papel ativo na salvaguarda de arquivos e na sensibilização do público quanto à importância do patrimônio documental.

O prêmio de $30.000 é oferecido a cada dois anos a instituições e indivíduos que têm feito contribuições significantes à conservação e acessibilidade do patrimônio documental.

****

Mais informações sobre as novas inscrições do Brasil (em espanhol):

Mais informações em espanhol:

Contato para a imprensa: Lucía Iglesias Kuntz, UNESCO Press Service,  
+33 (0) 1 45 68 17 02, l.iglesias(at)unesco.org




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página