01.03.2013 - UNESCO Office in Brasilia

Projeto GENTE é lançado em escola da Rocinha no Rio de Janeiro

Ginásio Experimental de Novas Tecnologias (GENTE) já tem sua primeira escola piloto

A secretária municipal de Educação, Claudia Costin, lança o Ginásio Experimental de Novas Tecnologias Educacionais (GENTE), nesta sexta-feira (dia 1º), às 10h30, na Rocinha, na Gávea. Idealizado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e realizado em parceria com empresas, fundações e institutos sociais, o GENTE é um novo conceito de escola, que se apropria integralmente de novas tecnologias educacionais e coloca o aluno no centro do processo de aprendizagem, e surge como o protótipo das escolas do futuro da Rede Municipal. A unidade piloto do projeto funciona na Escola Municipal André Urani, na Rocinha, com capacidade inicial para atender 180 alunos do 7º ao 9º anos.
 
O GENTE tem como base os avanços alcançados com os Ginásios Experimentais, que já se transformaram em escolas de referência para adolescentes, tanto em desempenho acadêmico quanto em atividades interessantes para os alunos. O Ginásio também é uma das 156 escolas de Ensino Fundamental que integram o programa de Turno Único, que prevê a implantação do turno de sete ou oito horas em todas as unidades escolares da Prefeitura até 2020, e faz parte do programa Escolas do Amanhã, destinado a 155 unidades situadas em áreas conflagradas ou recém-pacificadas da cidade.
 
– Este Ginásio agrega algo que me agrada muito: a possibilidade de individualizar o processo educacional, mas sem perder a dimensão do coletivo. Cada aluno pode construir seu itinerário formativo em diálogo constante com seu professor tutor – declarou a secretária de Educação, Claudia Costin.
 
A proposta é mudar o conteúdo, o método e a gestão: não haverá turmas, anos ou salas de aula. Tablets e smartphones farão parte do material escolar dos alunos e docentes. O conteúdo, as habilidades e as competências serão desenvolvidos nas aulas digitais da Educopédia, plataforma que inclui material de suporte para professores, como sequencias didáticas com jogos digitais, vídeos e testes. As provas serão aplicadas por meio do sistema avaliativo Máquina de Testes, com correção automática e resultados imediatos. 
 
Para o subsecretário de Novas Tecnologias da Secretaria Municipal de Educação do Rio, Rafael Parente, o GENTE também repensar o que é a instituição Escola.
– Com o projeto, queremos personalizar o processo de aprendizagem para as necessidades de cada aluno, tornando-os protagonistas a partir da apropriação de novas tecnologias – afirmou o subsecretário Rafael Parente.
 
Para ingressar no GENTE não houve pré-seleção: todos os alunos matriculados na Escola Municipal André Urani participam do projeto e, para isso,  passaram por exames diagnósticos para identificar possíveis deficiências de aprendizagem, suas necessidades e seus estilos.
 
O professor também tem um novo papel. Ele não mais será o detentor do conhecimento, mas agirá como o arquiteto que garante a personalização do processo de aprendizagem e que nenhum aluno seja deixado para trás. No GENTE, os professores são mentores de um grupo e os orientadores de projetos transdisciplinares.
 
A finalidade de implementar  as novas tecnologias em conjunto com esta nova metodologia de ensino é  tornar os alunos cidadãos autônomos, solidários e competentes, com capacidade de desenvolverem habilidades essenciais para um mundo em constante transformação, tais como: buscar, analisar e avaliar informações e fontes; solucionar problemas e tomar decisões; e utilizar de forma criativa as ferramentas de produtividade.
 
O projeto piloto na Escola Municipal André Urani tem o período de um ano e passará por um processo de sistematização e avaliação. A ideia é fazer com que o GENTE ganhe escala na Rede Municipal ao longo dos anos.
 
Saiba mais sobre o Projeto
A concepção do GENTE é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação do Rio, o Ministério da Educação e as seguintes organizações: Fundação Telefônica|Vivo, Instituto Natura Intel, MSTech, Tamboro, Instituto Ayrton Senna, Instituto Conecta, e UNESCO. Ele integra os programas Ginásio Carioca, implantado em 2011, e Escolas do Amanhã, criado em 2009 pela Secretaria Municipal de Educação.
 
O Ginásio Experimental Carioca (GEC) tem como base três eixos: excelência acadêmica, educação para valores e projeto de vida do aluno. Dentro desse novo modelo, a Secretaria de Educação ainda conta com escolas experimentais do 7° ao 9° anos, nas quais inovações pedagógicas são testadas e, posteriormente, ampliadas para toda a rede. As escolas do GEC, onde o GENTE está inserido, atendem jovens de todas as regiões da cidade, atuando como núcleo animador de um movimento de qualificação da educação no segundo segmento, sendo fonte de inovação em conteúdo, método e gestão. A metodologia foi adotada em dez unidades escolares em 2011 e, em 2012, mais nove escolas passaram a funcionar dessa forma, oferecendo mais tempo de aulas de português, matemática, ciências e inglês. A entrada de mais nove escolas em 2013 reflete o sucesso do programa.
 
O Programa Escolas do Amanhã tem como objetivo reduzir a evasão escolar e melhorar a aprendizagem em 155 escolas localizadas nas áreas mais vulneráveis da cidade ou recém-pacificadas. Integram as estratégias do programa cuidar do ambiente físico, acadêmico e social da escola e trabalhar para o desenvolvimento e promoção de uma cultura baseada em valores.
 
A estrutura do Ginásio Experimental de Novas Tecnologias Educacionais
Espaço Físico

No GENTE, o aluno está no centro do processo de aprendizagem. Por isso, as alterações arquitetônicas realizadas no prédio da escola têm como objetivo proporcionar uma nova utilização pedagógica para o espaço. Foram criados espaços amplos e abertos, possibilitando o trabalho coletivo de alunos e professores, transformando o ambiente em local atrativo ao aprendizado, com identidade visual e mobiliário próprios. Toda essa modificação também visa adequar a escola aos novos equipamentos que disponibilizam a vanguarda da tecnologia para os alunos e professores. O designer Jair de Souza e o Grupo do Rio assinam o projeto de ambientação e programação visual da escola.
 
Avaliação diagnóstica
Ao ingressar no GENTE, todos os alunos passam por uma avaliação diagnóstica para identificar deficiências de aprendizagem, níveis e estilos diferentes.
 
Itinerário Formativo
Após a avaliação diagnóstica, os alunos recebem um itinerário formativo próprio, um mapa que lista as competências e as habilidades que já possuem e aquelas que ainda precisam desenvolver. O itinerário também informa as atividades da Educopédia que cobrem cada habilidade.
 
Projeto de Vida
No GENTE são oferecidas diversas atividades para que cada aluno possa detalhar seus sonhos profissionais e assim elaborar um projeto de vida. Com ajuda do seu professor mentor, os alunos são orientados a participar de atividades eletivas que o auxiliem a prosseguir no seu projeto. Todas as disciplinas eletivas têm um cunho pedagógico, com o conceito de que os alunos precisam ter uma formação básica sólida para realizar qualquer sonho.
 
Professor Mentor

Os professores atuam em todos os núcleos de conhecimento. Para isso, recebem cursos de capacitação e formação continuada. Além disso, os professores atuam como mentores em atividades diversificadas e disciplinas eletivas, que são de livre escolha dos alunos e norteiam o seu projeto de vida. O programa também conta com professores de Língua Estrangeira, Educação Física e Artes.
 
Disciplinas eletivas

São de livre escolha do aluno e também relacionadas a seus projetos de vida. O GENTE oferece várias eletivas, como robótica e mecatrônica, construção de blogs como portfólios; Inteligência Artificial (curso da Universidade de Stanford); programação básica; webdesign e os livros de Shakespeare, em inglês, num curso oferecido pela Universidade de Harvard.
 
Projetos transdisciplinares

São desenvolvidos pelos alunos a cada semestre a partir de uma situação-problema ou uma pergunta para digestão e aplicação do conhecimento. Será uma forma de educação “hands on” relacionada a áreas diversas. Nesses projetos, os alunos terão de analisar dados reais, trabalhar em grupos pré-definidos e atuar como agentes transformadores de suas realidades.
 
Educopédia
A Educopédia é uma plataforma online colaborativa de aulas digitais, onde alunos e professores podem acessar atividades autoexplicativas de forma lúdica e prática de qualquer lugar e a qualquer hora. Criada pela Secretaria Municipal de Educação, a plataforma tem o objetivo de tornar o ensino mais atraente e mobilizador para os adolescentes e instrumentalizar o professor. O programa oferece uma opção rápida e fácil para professores que desejam integrar tecnologias às aulas. Além disso, é mais uma alternativa para o reforço escolar e para os alunos que faltaram às aulas ou que não compreenderam o conteúdo. A Educopédia foi criada com base nas orientações curriculares da SME e estruturada para cada dia de aula. As aulas digitais possuem atividades que incluem vídeos, animações, textos, podcasts, quizes, jogos e seguirão uma metodologia pré-definida.
 
Educoteca
É a biblioteca digital da Educopédia onde podem ser acessados livros em formatos inovadores, transmídia e interativos. Além disso, professores e alunos poderão ter suas produções escritas armazenadas e compartilhadas com outros usuários.
 
Máquina de Testes
A Máquina de Testes é um sistema de avaliação dos alunos que cobrirá, a médio prazo, todas as disciplinas, de 1º a 9º ano. Desde fevereiro deste ano, o sistema já tem provas de Português, Matemática e Ciências, do 5º ao 9º anos. Por meio de um banco de questões, preparadas por cerca de 100 professores da rede municipal, os alunos farão provas em ambiente digital. Todas as questões aplicadas pelo computador são de múltipla escolha, gerando um resultado imediato. O sistema será usado para as avaliações bimestrais, que servem como base para o acompanhamento do desempenho das escolas da Prefeitura do Rio. Os alunos do GENTE usam a Máquina de Testes frequentemente, ao final de cada aula da Educopédia.
 
Biblioteca
As bibliotecas são compostas por um acervo atraente para a faixa etária, com material de pesquisa de profissões e grandes clássicos da literatura, que poderão ser lidos em vários meios (ebooks, por exemplo).
 
O GENTE conta ainda com o apoio e parceria das seguintes empresas: Mind Lab, Microsoft, Sapienti, Cultura Inglesa, EvoBooks, Cisco, Pete e Geekie.
 
Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Educação
Marcello Gazzaneo - (21) 8909-2298
Daniel Gonçalves - (21) 8909-2307/2976-2500
Isabella Amorim- (21) 8909-1630/2976-2485
assessoriasme@rioeduca.net
Mais notícias no site www.rio.rj.gov.br/sme




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página