08.08.2018 - UNESCO Office in Brasilia

Espaços seguros para jovens - mensagem da UNESCO para o Dia Internacional da Juventude

Mensagem de Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Juventude, 12 de agosto de 2018

Este ano, o Dia Internacional da Juventude tem como foco o tema: "Espaços seguros para jovens". A juventude é uma fase decisiva no desenvolvimento pessoal. É quando as pessoas se aventuram no desconhecido, buscando novos horizontes; é uma época de encontros, muitas vezes memoráveis; é quando surgem os primeiros compromissos. No entanto, a juventude também é uma etapa vulnerável, quando experiências negativas podem levar rapidamente à desistência, ao isolamento e à marginalização.

Garantir "espaços seguros" para os jovens significa criar condições para um desenvolvimento pessoal harmonioso ao promover um clima de confiança no qual os jovens possam expressar livremente o seu potencial e fortalecer a sua autoestima.

Esses espaços são, em um sentido amplo, todos os locais e ambientes em que os jovens interagem uns com os outros. Em primeiro lugar, estão lugares de aprendizagem e treinamento, como escolas, faculdades e universidades, além de espaços de encontro dedicados ao lazer e ao esporte; arenas públicas e políticas onde os jovens possam exercer sua cidadania livremente; e, ainda, os espaços urbanos, que devem oferecer um ambiente de qualidade. Finalmente, são incluídos os espaços virtuais digitais e as redes sociais, nos quais os jovens são atraídos desde muito cedo e se tornam particularmente ativos.

Em todos esses espaços, é necessário garantir o princípio da inclusão e superar as diferenças de gênero, cultura, língua e religião, além de assegurar o respeito à liberdade de expressão e à dignidade de cada indivíduo. É essencial eliminar a discriminação, o assédio e todas as formas de violência, sejam manifestas ou disfarçadas, e ajudar a evitar tentativas de doutrinação.

Com isso em mente, a UNESCO lança este ano o projeto "Espaços para jovens", que visa à criação de redes que possam atuar em diferentes âmbitos – locais, regionais e nacionais –, bem como reunir não apenas jovens, mas também representantes políticos, pesquisadores, empresários e formadores de opinião. O objetivo é envolver os jovens na elaboração de programas dentro do mandato da UNESCO – educação, cultura, ciência, comunicação e informação –, incluí-los na tomada de decisões e torná-los atores-chave na vida social e política.

"Quem pode conhecer o coração da juventude, senão a juventude em si?", escreveu Patti Smith em seu romance “Just kids”. Neste Dia Internacional, convoco as partes interessadas, os formuladores de políticas e os empreendedores da sociedade civil para que projetem novas formas de colaboração que sejam capazes de aproveitar o vasto potencial da juventude e de permitir que ela expresse tudo o que é único e promissor. 

 

 




<- Back to: Visão Exclusiva do Conteúdo Dinâmico
Voltar ao topo da página