Esporte no Brasil

© Jacqueline Silva's Website
Jackie Silva - Campeã olímpica brasileira

A UNESCO procura reforçar o papel do esporte como indutor de transformação social e desenvolvimento humano. Ela também age em questões ligadas ao uso de substâncias proibidas em esportes de alto rendimento (doping).

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos de 2016, a UNESCO reforçará seu papel de catalisadora de ações que tenham o esporte como elemento de inclusão social e cultura de paz.

Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz

Em agosto de 2013, a Assembleia Geral das Nações Unidas tomou a decisão de proclamar o dia 6 de abril como o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz. A UNESCO é a agência líder das Nações Unidas na área de Educação Física e Esporte (EFE).

Por que esporte?

Historicamente, o esporte tem exercido um papel importante em todas as sociedades, seja na forma de esporte competitivo, atividade física ou lazer. Contudo, pode-se perguntar: o que o esporte tem a ver com as Nações Unidas? De fato, o esporte é uma parceria natural para o Sistema das Nações Unidas (ONU), inclusive para a UNESCO:

  • o esporte e o lazer são direitos humanos que devem ser respeitados e postos em prática em todo o mundo;
  • o esporte é cada vez mais reconhecido e utilizado como uma ferramenta de baixo custo e alto impacto nos esforços humanitários, de desenvolvimento e de construção da paz, não apenas pelo Sistema das Nações Unidas como também por organizações não governamentais (ONGs), governos, agências de desenvolvimento, federações esportivas, forças armadas e meios de comunicação.

Atualmente, em nenhuma sociedade o esporte pode ser considerado um luxo – pelo contrário, ele deve ser visto como um investimento importante no presente e no futuro, sobretudo em países em desenvolvimento. 

Voltar ao topo da página